Guia de sobrevivência da família em tempos de coronavírus

Enquanto algumas crianças consideram o fechamento das escolas um novo período de férias, pais se esforçam para completar o horário livre dos filhos. Temos dicas e sugestões de como aproveitar o tempo longe das aulas.

terça-feira, 14 de abril de 2020,
Por Rachel Buchholz
O novo coronavírus mudou a rotina da maioria das família no Brasil e no mundo. Agora, ...

O novo coronavírus mudou a rotina da maioria das família no Brasil e no mundo. Agora, pais se perguntam como sobreviver a essa nova vida.

Foto de wavebreakmedia / Shutterstock
Procurando novas formas de educar e entreter seus filhos? Visite APRENDA EM CASA para diferentes tipos de conteúdo, incluindo artigos, vídeos e planos de aula.

É provável que sua família já tenha começado a praticar algum tipo de distanciamento social, de forma voluntária ou não. Apresentações da escola foram canceladas, os restaurantes estão vazios e locais para a prática religiosa estão funcionando de forma digital. Estou escrevendo este texto do meu sofá, pois o meu escritório em Washington, D.C. está temporariamente fechado já há algumas semanas.

Escolas começaram a ser fechadas em todo o mundo. E embora as crianças considerem a medida semelhante àquela tomada em feriados, com a exceção de que agora ficarão pelo menos três semanas em casa e poderão brincar muito, os pais se perguntam se essa é uma boa ideia.

Os especialistas também têm a mesma dúvida, e há muita confusão quanto ao distanciamento social a ser praticado pelas pessoas. Contudo, eles pedem cautela e bom senso.

Além de pedir que todos lavem as mãos e as mantenham longe do rosto!

O que você precisa saber

Tendo ‘aquela conversa’: Se você ainda não abordou o assunto, veja algumas dicas para conversar sobre a Covid-19 com os seus filhos. É importante manter-se calmo, prestar atenção ao que as crianças estão sentindo e ajudá-las a sentir que estão no controle, escreve Ruth A. Musgrave para a National Geographic. Seja realista sobre a situação: diga que é possível que elas fiquem doentes e se sintam mal por um tempo. Elas não estarão sozinhas. As crianças precisam saber que provavelmente a situação durará um bom tempo, embora talvez você não precise mencionar esses detalhes.

Como uma professora abordou o assunto com seus alunos: “A desinformação pode causar estresse, e o estresse pode dificultar o aprendizado das crianças”, escreve Angela Sheffield, há 27 anos professora de uma escola pública em Indiana, nos EUA. Sheffield desenvolveu um gráfico para os alunos sobre os fatos conhecidos, falou sobre a importância de desafiar estereótipos e de não fazer comentários depreciativos e tirar conclusões. Ela foi transparente e honesta sobre seus medos – de que a escola poderia fechar se o surto atingisse a comunidade. Após cada afirmação, ela garantia aos alunos que, por enquanto, tudo continuaria normalmente, e repetiu: educação é essencial.

Não, o seu cão não lhe transmitirá coronavírus: Ao ficar em casa, é inevitável que sua família tenha mais contato com os animais de estimação. Não se preocupe, os especialistas dizem que o seu bichinho não é capaz de transmitir o vírus para você. No entanto, a Organização Mundial da Saúde recomenda que você lave as mãos com água e sabão após o contato. “São os donos dos animais de estimação, e não os animais de estimação, que têm maior chance de propagar o vírus”, escreve Youyou Zhou para a Quartz.

Acabando com o tédio: A nossa página Aprenda em Casa apresenta mais informações sobre o assunto, além de vídeos, artigos e planos de aula para ajudar seus filhos a manterem a mente ativa.