Gato-doméstico

Por MATTHIEU PALEY
Gato de estimação em altitudes elevadas na região de Pamir, Afeganistão.

Gato de estimação em altitudes elevadas na região de Pamir, Afeganistão.

Foto de Matthieu Paley, Nat Geo Image Collection

Nome comum: gato-doméstico

Nome científico: Felis catus

Tipo: Mamífero

Dieta: Carnívoro

Tamanho: 71 centímetros

Peso: Entre dois e nove quilos

Independentemente de suas raças, todos os gatos-domésticos são membros de uma única espécie.

Relacionamento com humanos

O Felis catus possui um relacionamento de longa data com os humanos. Os antigos egípcios podem ter domesticado os gatos pela primeira vez há quatro mil anos. A abundância de roedores provavelmente atraiu felinos selvagens às comunidades humanas. A habilidade dos gatos em caçar roedores pode ter sido a responsável por eles terem conquistado originalmente a afeição humana. Os primeiros egípcios veneravam uma deusa gata e até mumificavam seus amados bichos de estimação para sua passagem para o outro mundo — juntamente com camundongos mumificados! Posteriormente, culturas de todo o mundo adotaram os gatos como seus próprios animais de companhia.

Habilidades de caça

Assim como seus primos selvagens, os gatos-domésticos são caçadores natos capazes de perseguir e atacar presas com suas garras e dentes afiados. São especialmente eficazes à noite, quando seus olhos refletores de luz permitem que enxerguem melhor do que muitas de suas presas. Os gatos também possuem acuidade auditiva aguçada. Todos os gatos são ágeis e ligeiros, e suas caudas longas ajudam em seu excelente equilíbrio.

Comunicação

Os gatos se comunicam marcando árvores, estacas de cercas ou móveis com suas garras ou excrementos. Essas mensagens olfativas destinam-se a informar os outros sobre o território de um gato. Os gatos-domésticos apresentam um repertório vocal que inclui ronronares e uivos.

Dieta alimentar

Os gatos-domésticos são predominantemente carnívoros e possuem um sistema digestório adaptado ao consumo de carne crua. Também apresentam a língua áspera para ajudá-los a abocanhar até o último pedaço do osso de um animal (e para sua própria higienização). No entanto suas dietas alimentares variam de acordo com os caprichos humanos e podem ser complementadas pelas caças bem-sucedidas do próprio bichano.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Animais
Coelho-dos-vulcões
Animais
Cão doméstico
Animais
Cavalo
Animais
Gorila-das-montanhas
Animais
Bugios

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados