Poderiam as aves contribuir para o alerta antecipado de terremotos?

Um programa chamado Icarus vai monitorar a atividade dela desde a Estação Espacial Internacional.

Por Lindsay Gellman
Publicado 28 de jun. de 2018 16:48 BRT, Atualizado 5 de nov. de 2020 03:22 BRT
embarque-aves-terremotos
Foto de Christian Ziegler para o Instituto Max Planck
Esta reportagem está na edição de julho da revista National Geographic Brasil.

Embora ninguém saiba exatamente como isso ocorre, as aves costumam agir de modo atípico antes de terremotos ou desastres naturais. Bandos alteram a sua rota de migração ou se mostram muito ativos em circunstâncias anormais, diz o ecologista Martin Wikelski, do Instituto Max Planck de Ornitologia, na Alemanha, e membro da National Geographic Society. Wikelski dirige um projeto de rastreamento por meio de satélite denominado Cooperação Internacional para Pesquisa Animal Usando Recursos Espaciais (Icarus, na sigla em inglês). O Icarus utilizará etiquetas eletrônicas muito leves para monitorar os padrões de atividade de milhares de aves e morcegos, com o plano de registrar irregularidades que indiquem a ocorrência iminente de um terremoto.

Uma rede global de voluntários já começou a instalar nos animais os dispositivos que vão coletar dados sobre os seus movimentos e outras características e enviá-los à Estação Espacial Internacional. Ali, o equipamento de coleta de dados do Icarus será instalado por astronautas russos. O resultado, espera Wikelski, vai ser uma rede de alerta semelhante a uma “internet  

Continuar a Ler

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2017 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados