Fatos sobre as origens do Natal que você não sabia

A comemoração acerca do nascimento de Jesus Cristo, em 25 de dezembro, tem muitas semelhanças com as antigas celebrações romanas.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 29 de nov. de 2023, 13:20 BRT

O surgimento do Natal tem origem em um festival romano de uma semana que era celebrado entre 17 e 23 de dezembro.

Foto de VIGGO JOHANSEN World Encyclopedia of History, Public Domain

Escondidas na atmosfera mágica do Natal, envoltas em luzes cintilantes e doces melodias, estão informações fascinantes sobre as origens do feriado que raramente aparecem nas conversas sobre a ceia de Natal. 

Desde sua ligação com as celebrações romanas até a invenção das guirlandas elétricas, a National Geographic explora com um olhar mais profundo a história dessa celebração global. 

As Saturnais: as celebrações que influenciaram a criação do Natal

O nascimento do Natal está ligado às antigas celebrações da Saturnália por causa de suas fortes semelhanças. Tratava-se de um festival romano com duração de uma semana, realizado entre 17 e 23 de dezembro, que homenageava o deus da agricultura Saturno, de acordo com um artigo da World Encyclopedia of History (plataforma dedicada a informar sobre a história mundial).

Ao mesmo tempo, essas festividades abrangiam o solstício de inverno, outro evento de grande valor no calendário pagão. 

Origem do Natal: quem definiu a data de 25 de dezembro?

As cerimônias antecessoras ao Natal datam de 320 d.C. a 353 d.C. Coube ao papa Júlio 1 estabelecer a solenidade da comemoração em 25 de dezembro, "apesar da crença de que Jesus Cristo nasceu durante a primavera, talvez com a intenção de converter os pagãos romanos ao cristianismo", observa um artigo da National Geographic Espanha intitulado “As origens do Natal”.

Quem inventou as luzes de Natal?

Por sua vez, as luzes de Natal – algo que se tornou uma das marcas registradas dessa época mundialmente – têm suas raízes no século 19. A invenção da luz elétrica e seu uso na decoração do feriado cristão é atribuída a Thomas Alva Edison, inventor e cientista norte-americano, e a Edward Johnson, outro inventor estadunidense. 

Edison é tido como o criador da lâmpada de luz elétrica por ter aperfeiçoado as lâmpadas que existiam desde o começo do século 19, e deixado-as bastante parecidas com as que passaram a ser usadas até os dias de hoje. O ano do invento foi 1879 e já durante a temporada de Natal de 1880, cordas elétricas cheias de lâmpadas foram amarradas do lado de fora de seu laboratório na cidade de Menlo Park, na Califórnia, como conta um artigo da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.

Praticamente na mesma época, Edward Johnson montou o primeiro cordão de luzes elétricas para árvores de Natal.  O fato ocorreu em 1882 e como conta o artigo da biblioteca norte-americana: "Johnson, amigo de Edison e seu sócio na Edison's Illumination Company, conectou manualmente 80 lâmpadas vermelhas, brancas e azuis e as enrolou em sua árvore de Natal". Nasceu, assim, uma tradição de fim de ano que se espalhou posteriormente para todo o mundo. 

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados