Espaço

A Via Láctea em detalhes impressionantes

Astrônomos juntaram mais de 700 mapas para criar o retrato mais fiel da nossa galáxia a partir do hemisfério sul.

Por Redação National Geographic

Esta imagem deslumbrante é uma visão completa da Via Láctea vista do hemisfério sul.

Cientistas criaram a enorme imagem unindo mais de 700 observações feitas pelo telescópio APEX, no deserto do Atacama, Chile. Ela revela a galáxia em mais detalhes do que imagens anteriores, incluindo a maior parte dos lugares onde novas estrelas nascem – como o centro da Via Láctea – e regiões frias onde poeira e gás pairam a menos de um grau do zero absoluto.

A imagem também é a primeira a ilustrar a parte sul de nossa galáxia em comprimentos de onda na faixa sub-milimétrica – faixas entre as ondas infravermelhas e de rádio. Combinando diferentes visões usando diferentes comprimentos de onda de luz, cientistas adicionam uma camada extra de detalhes. Aqui, os novos dados do telescópio aparecem em vermelho, em cima de um fundo de imagens infravermelhas — renderizadas em azul — de uma digitalização anterior feita pelo satélite Planck, da Agência Espacial Europeia.

Como vivemos na Via Láctea, nossa visão da galáxia da Terra vem de dentro, de forma que ela aparece como uma faixa por todo o céu. Observadores costumam se referir a esta faixa como a Via Láctea, mas na verdade todas as estrelas que vemos no céu noturno são parte da galáxia.

O Observatório Europeu do Sul divulgou a nova visão de nossa galáxia natal para marcar a conclusão do projeto Grande Área de Pesquisa da Galáxia, nome que faz jus à vastidão da tarefa: só a produção dessa imagem exigiu mais de 400 horas de telescópio em três anos de coleta.

Publicado em 25 de abril de 2016.

Continuar a Ler