Nova Zelândia

As atrações mais surpreendentes do mundo em aeroportos

Jardim labirinto, campos de golfe, cervejarias locais — esses nove aeroportos são destinos por si só. Quarta-feira, 6 Fevereiro

Por Redação National Geographic

Muitos viajantes enxergam os aeroportos como apenas um ponto de parada no caminho rumo a algo melhor — e quem pode culpá-los, com os atrasos de voos, requisitos de segurança e multidões enlouquecedoras que fazem parte dessa rotina?

Contudo, esses nove aeroportos decidiram mudar isso com atrações surpreendentes, concessões super modernas e estilo local.

Hong Kong

No HKG, você encontrará um campo de golfe de nove buracos, uma das maiores telas de IMAX da Ásia, corrida de carros e jogos de basquete virtuais e uma loja Muji.

Incheon

O ICN de Seul possui pista de patinação no gelo que funciona o ano todo, um campo de golfe de 18 buracos com driving range e um centro cultural com artesanato e música coreanos.

Changi

A nova expansão de 10 lojas do Jewel no SIN, em Singapura, possui um jardim labirinto e uma enorme cama elástica. Playgrounds internos, atrações e um ambiente de leitura tornam dele um ambiente familiar.

Munique

Sem surpresas: o MUC possui uma cervejaria no local, a Airbräu, e um showroom da Audi. Também oferece surf indoor e eventos de ciclismo.

São Francisco

O SFO conta com um museu de aviação, uma filial do Aquário Steinhart e uma parada de transporte público no aeroporto.

Schiphol

AMS de Amsterdã possui um bar de oxigênio com aromaterapia, uma biblioteca e dois mini-museus que funcionam 24 horas: Rijksmuseum (de arte) e Nemo (de ciência).

Vancouver

O YVR leva vantagem com seu amplo espaço, com arte nativa em grande escala e apresentações no aquário, que é lar de mais de 5 mil criaturas.

Zurique

Viajantes saudáveis vão gostar da mercearia no ZRH e da oportunidade de respirar um pouco de ar fresco alugando patins, bicicletas ou bastões de caminhada.

Detroit

Vá com estilo de um saguão para o outro através do Túnel de Luz do DTW; paineis de vidro iluminados pulsam no ritmo de música da era espacial.

Continuar a Ler