Muitos saltos e um tamanho impressionante: conheça 3 fatos sobre os cangurus-vermelhos

Encontrados somente na Austrália, especialmente na região central do país, essa espécie de cangurus se destaca por características únicas.

Um canguru-vermelho, Osphranter rufus, no deserto da Austrália.

Foto de Stefani Unterthiner
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 18 de dez. de 2023, 12:00 BRT

Quando se pensa em cangurus , o mais fácil é associá-los a características particulares, como o fato de serem uma espécie saltadora que vive apenas na Austrália e cujas fêmeas têm uma bolsa na qual carregam seus filhotes (chamada de marsúpio). 

Entretanto, há uma espécie de canguru que tem características ainda mais marcantes: o canguru-vermelho (Osphranter rufus). 

Por isso mesmo, conheça três fatos sobre os cangurus-vermelhos – encontrados na parte central do país oceânico, como conta o Animal Diversity Web (ADW), um banco de dados de história natural da Universidade de Michigan (EUA).

O tamanho do canguru-vermelho faz dele o maior marsupial vivo do mundo

Como explica o Australian Museum, os cangurus-vermelhos são os maiores marsupiais vivos do planeta, com os machos medindo até 1,5 metro de comprimento e pesando até 92 kg, o dobro das fêmeas, que medem até 1 metro e podem pesar aproximadamente 39 kg. 

Além disso, diz a ADW, a cauda dos cangurus têm uma função importante. Ela se soma às duas patas traseiras, formando um tripé, para ajudar o animal a descansar

A cauda também tem a força necessária para suportar o peso do animal, atuando como um pilar de equilíbrio na hora que ele precisa saltar.

Um canguru-vermelho no Parque Nacional Sturt em Nova Gales do Sul, na Austrália.

Um canguru-vermelho no Parque Nacional Sturt em Nova Gales do Sul, na Austrália.

Foto de GETTY IMAGES INC

O canguru-vermelho pode sobreviver sem água potável

A dieta desses animais é herbívora. Ou seja, eles comem grama, ervas e também folhas de arbustos. Esses alimentos fornecem os líquidos e os nutrientes que eles precisam para sobreviver em situações nas quais a água é escassa

É por isso que a quantidade de alimentos disponíveis ao redor é importante para os cangurus-vermelhos, pois em épocas de seca, a população pode ser seriamente afetada e ficar também com sede se o suprimento de alimentos for limitado, diz o Museu.

O cangurus-vermelho pode saltar enormes distâncias

A agência australiana também observa que os cangurus-vermelhos podem saltar alto e bem longe, além de serem rápidos, podendo atingir 3 metros de altura e percorrer entre 3 e 8 metros em um único salto (dependendo da velocidade com que saltam). 

Normalmente, esses marsupiais se movimentam a uma velocidade média de 20 a 25 quilômetros por hora, mas são capazes de se impulsionar e saltar a velocidades de até 60 km/h.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados