As belezas e os contrastes de Salvador vistos do alto

A bordo de um helicóptero, o fotógrafo Uiler Costa captura novos pontos de vista da capital baiana.Wednesday, November 8

Por Redação National Geographic
Fotos de Uiler Costa
ver galeria

Rodeada pela Baía de Todos os Santos, abençoada pelos orixás e nomeada em homenagem a Jesus, o São Salvador, a capital da Bahia é símbolo de fé e espiritualidade. E se tem alguém observando tudo isso lá de cima, está em um lugar privilegiado, afinal, a vista do alto é magnífica. Pelo menos é o que revelam as imagens do fotógrafo baiano Uiler Costa. 

Especialista em fotografia aérea, Uiler sobrevoa a primeira capital do Brasil para tentar compreendê-la. Do alto “Salvador é percebida como um organismo vivo, que a cada novo clique se mostra diferente”, diz. As fotos, feitas a bordo de um helicóptero, apresentam um lado diferente de lugares conhecidos dos soteropolitanos. Seja o Parque de Pituaçu, o Farol da Barra, a Igreja do Bonfim ou a Ponta de Humaitá, os locais, turísticos ou não, são retratados sob um novo ponto de vista. 

Lavagem das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, em Salvador, Bahia.

"As fotografias estampam lugares que fazem parte do cotidiano dos usuários da cidade, porém, a partir de uma perspectiva inesperada e inédita para muitos”, diz Uiler. As imagens evidenciam os contrastes de Salvador. O velho e o novo, o rico e o pobre, o natural e o urbano: são diferenças que não se desgrudam. Elas também ilustram as várias raízes sobre as quais se assenta a cidade, que concilia povos, culturas, credos e cores num território diverso e, ao mesmo tempo, particular. Observando as imagens, percebe-se o quanto “Salvador é do povo brasileiro, do português, do africano, do índio, de todos os que construíram essa história", como destaca o fotógrafo.

Veja mais do trabalho de Uiler Costa no site e no Instagram.

Continuar a Ler