Quem foi Ecaterina Teodoroiu, a mulher que fez história na Primeira Guerra Mundial?

Ela é considerada uma heroína na Romênia e chegou a ser comparada à francesa Joana D'Arc.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 8 de set. de 2023, 18:00 BRT
Aviões, navios e o cruzador Shadow III da Primeira Guerra Mundial navegam sobre o Oceano Atlântico ...

Aviões, navios e o cruzador Shadow III da Primeira Guerra Mundial navegam sobre o Oceano Atlântico (1917).

Foto de JANE WATTS FISHER

Ecaterina Teodoroiu (1894 - 1917) nasceu na comuna de Vădeni, hoje parte do município de Târgu Jiu, na Romênia. Ela foi uma soldado romena que lutou durante a Primeira Guerra Mundial e é considerada uma heroína em seu país.

De acordo com o Museu do Condado de Gorj Alexandru Ștefulescu, Teodoroiu tinha o desejo de se tornar professora, embora tenha continuado seus estudos em uma escola de enfermeiras e se juntado a uma das primeiras unidades de escoteiros em Bucareste, capital romena.

Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, ela foi chamada para a sede da Cruz Vermelha em Târgu Jiu, juntamente com outros jovens escoteiros, para cuidar dos feridos.

Enquanto isso, seu irmão Nicolae estava servindo como soldado, e Ecaterina o visitava constantemente na frente de guerra. Graças a essas inúmeras visitas, em 1916 ela decidiu participar ativamente da luta do exército romeno contra os invasores alemães.

Durante os combates, ela foi chamada de "a heroína de Jiu" por sua coragem durante a batalha. Ela foi até reconhecida pela família real romena.

Mais tarde, em novembro de 1916, o irmão de Ecaterina morreu em combate. Daquele dia em diante, a jovem lutou sob o comando do tenente Gheorghițoiu, o antigo comandante do pelotão de Nicolae.

Dois dias depois, a "heroína de Jiu" foi feita prisioneira, mas conseguiu escapar. No entanto, ela foi baleada na perna direita. Depois de se recuperar dos ferimentos de guerra, ela retornou à sua unidade no início de 1917. 

Um oficial lidera um desfile de infantaria do exército romeno em 1913. Durante a Primeira Guerra Mundial, Ecaterina Teodoroiu participou ativamente dos combates.

Foto de Frederick Moore

Por suas façanhas no front, Teodoroiu foi chamada de "Joana D'Arc" da Romênia, recebeu o prêmio "Military War Virtue 2nd Class" e o posto de segundo tenente em março de 1917.

Na noite de 22 de agosto, depois de uma luta intensa e enquanto estava com seu pelotão nas trincheiras, Ecaterina percebeu que o inimigo estava preparando um contra-ataque. Ela deixou sua posição nas trincheiras em uma tentativa de induzir os soldados romenos a atacar. 

Naquela mesma noite, acabou morrendo por causa de dois ferimentos a bala, informa o Museu Alexandru Ștefulescu. Após sua morte, ela foi enterrada com um desfile militar. 

Após o fim da Primeira Guerra Mundial, uma estátua foi erguida em sua cidade em homenagem a Ecaterine Teodoroiu por ela ser “um exemplo das virtudes da nação para as gerações futuras".

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados