Quais tipos de nuvens existem e como elas são formadas

Elas contribuem não só para o ciclo da água, como para todo o sistema climático e, de acordo com órgão da ONU para meteorologia, estão divididas em dez tipos. Conheça todos eles.

Grossas nuvens brancas e céu azul se erguem sobre uma paisagem vazia.

Foto de Bryan Schutmaat
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 25 de mai. de 2023, 12:48 BRT

As nuvens têm servido de inspiração a poetas, pintores e músicos. Mas para além de decorarem o céu azul, elas também desempenham um papel decisivo nas previsões e avisos sobre o clima.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), órgão da Organização das Nações Unidas voltados para estudos meteorológicos, uma nuvem é um hidrometeoro (partículas líquidas ou sólidas de água) constituído por minúsculas partículas de água líquida ou de gelo (ou ambas) suspensas na atmosfera e que, normalmente, não tocam no solo. 

Uma nuvem pode também conter partículas maiores de água líquida ou gelo, bem como partículas líquidas não-aquosas ou partículas sólidas (tais como gases industriais, fumaça ou poeiras).

As nuvens altas formam-se geralmente acima dos 5 mil metros de altura; as nuvens médias entre os 2 mil e os 7 mil metros; e as nuvens baixas a uma altitude máxima de 2 mil metros.

(Pode interessar-lhe: Dia da Astronomia: confira os melhores lugares da América Latina para observar o céu?)

Quais são os tipos de nuvens que existem?

As cores do pôr-do-sol se aproximam das nuvens de chuva sobre o Parque Nacional de Lopé.

As cores do pôr-do-sol se aproximam das nuvens de chuva sobre o Parque Nacional de Lopé.

Foto de Jasper Doest

Atlas Internacional de Nuvens da OMM reconhece atualmente dez tipos de nuvens, descrevendo o local do céu onde se formam e a sua aparência. São eles:

  1. Cirrus (Ci): são nuvens separadas que se apresentam sob a forma de delicados filamentos brancos ou de estreitas faixas também na cor branca. Visualmente, caracterizam-se pelo seu aspecto fibroso.
  2. Cirrocumulus (Cc): neste caso, são nuvens finas e brancas compostas por elementos muito pequenos sob a forma de grânulos ou ondulações (unidas ou separadas), mas regularmente dispostas.
  3. Cirrostratus (Cs): consiste em uma espécie de véu de nuvem transparente, esbranquiçado, de aspecto fibroso (tipo fios de cabelo). Este tipo de nuvem cobre a totalidade ou parte do céu e produz geralmente o fenômenos de auréola (círculo luminoso em volta do Sol).
  4. Altocumulus (Ac): é uma camada de nuvens brancas ou cinzentas (ou ambas) que geralmente têm sombras, formas arredondadas ou desenho de um rolo, e que podem ou não estar ligadas entre si.
  5. Altostratus (As): este tipo consiste numa camada fina de nuvens acinzentadas ou azuladas com um aspecto estriado (com sulcos ou canais nas formações de nuvens dispostas paralelamente à corrente de ar) que cobrem a totalidade ou parte do céu. Tem partes suficientemente finas para permitir a percepção vaga do Sol. 
  6. Nimbostratus (Ns): uma camada de nuvens cinzentas, frequentemente escuras, com um aspecto velado devido à precipitação de chuva ou neve. É suficientemente espessa para esconder completamente o Sol. "Abaixo da camada, encontram-se frequentemente nuvens baixas fragmentadas, que podem ou não estar ligadas ao Nimbostratus".
  7. Stratocumulus (Sc): uma camada de nuvens brancas ou cinzentas, geralmente com partes escuras, sob a forma de placas, massas arredondadas ou em formato de rolos.
  8. Stratus (St): camada de nuvens geralmente cinzentas com uma base de nuvens uniforme da qual podem cair chuviscos, neve ou cinza (partículas brancas opacas muito pequenas). Quando o sol é visível através da nuvem, o seu contorno é claramente distinguível. 
  9. Cumulus (Cu): nuvens separadas, em geral densas, com contornos bem definidos, que se desenvolvem verticalmente sob a forma de protuberâncias, cúpulas ou torres, e cuja parte superior se assemelha frequentemente a uma couve-flor. Segundo a OMM, as partes iluminadas pelo Sol destas nuvens são majoritariamente brancas, enquanto a sua base é relativamente escura e quase horizontal.
  10. Cumulonimbus (Cb): é uma nuvem densa com um desenvolvimento vertical considerável (pode ganhar a forma de uma montanha ou de enormes torres). Uma parte da sua região superior é lisa, fibrosa ou estriada e quase sempre achatada. Abaixo de sua base, que na maioria das vezes é bastante escura, encontram-se frequentemente nuvens baixas, quer estejam ou não ligadas a ela.
loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados