Nova Zelândia

O maior festival de ruivos do mundo foi fundado por um loiro

Todo outono, milhares de ruivos se reúnem na Holanda. Quarta-feira, 8 Novembro

Por Shelby Vittek

Todo ano, durante o primeiro fim de semana de setembro, ruivos do mundo inteiro viajam para a pequena cidade de Breda, na Holanda, para o Roodharingendag, ou o Festival Internacional Dias Ruivos. 

O mentor acidental do evento, o pintor Bart Rouwenhorst, é loiro e não tem nem um traço de vermelho no cabelo. Inspirado por artistas como Dante Gabriel Rossetti e Gustav Klimt – famosos por pintarem mulheres ruivas – Rouwenhorst colocou um anúncio em um jornal pedindo para que 15 ruivas posassem como modelos em 2015. Mais de 150 mulheres responderam. Para evitar ignorá-las, ele decidiu fazer uma reunião onde as modelos participariam de um sorteio. Assim nasceu a primeira edição do festival. 

12 anos depois, o que começou como um pequeno grupo se tornou um enorme evento que recebe mais de 5 mil pessoas de mais de 80 países. Enquanto outros festivais do tipo surgiram na Irlanda, Londres, Portland, Chicago e Georgia, a cidade de Breda detém o título de pioneiro e de maior festival. 

A presença no evento, de apenas um fim de semana, é gratuira. Não é necessário ter os cabelos vermelhos para comparecer – amigos, família e admiradores são bem-vindos. Fotógrafos montam tendas por toda a cidade, ansiosos por ensaios individuais. Exposições de arte, corridas com salto-alto, palestras sobre a história do gene ruivo, degustação de whiskey irlandês e tutoriais de beleza estão entre as atrações. Uma seleção de food-trucks estacionam na praça do castelo, preparados para alimentar as massas. Os maiores de 18 anos podem matar a sede em um tour pelos bares da cidade.    

O único evento que exige o gene ruivo é a foto em grupo, tomada no último dia do festival. Em 2015, a última vez que se contou o número de pessoas, 1721 ruivos vestindo azul foram incluídos, quebrando o recorde anterior, registrado no livro Guinness, de 1672 ruivos no mesmo lugar. 

Shelby Vittek cobre comida, viagem e cultura ruiva. Siga Shelby no Twitter@bigboldreds.

Continuar a Ler