10 imagens impressionantes de elefantes

No Dia Mundial dos Elefantes, homenageamos esse carismático – mas criticamente ameaçado – animal.quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Por Brian Clark Howard
Fotos de Michael Nichols
Wendi, uma elefante órfã, se aproxima do carro do fotógrafo no Parque Nacional de Tsavo East, Quênia. Ela foi encontrada quando tinha apenas algumas horas de vida em 2002, provavelmente abandonada pela mãe, e agora lidera um grupo de 14 orfãos que se tornaram independentes em 2009.
Wendi, uma elefante órfã, se aproxima do carro do fotógrafo no Parque Nacional de Tsavo East, Quênia. Ela foi encontrada quando tinha apenas algumas horas de vida em 2002, provavelmente abandonada pela mãe, e agora lidera um grupo de 14 orfãos que se tornaram independentes em 2009.
Foto de Michael Nichols

Desde 2012, no dia 12 de agosto é celebra-se o Dia Mundial dos Elefantes. É hora de homenagear esse enormes animais e refletir sobre sua condição.

“Os elefantes são amados, reverenciados e respeitados por pessoas e culturas de todo o mundo, mesmo assim, perigamos presenciar as últimas dessas magníficas criaturas”, diz o site oficial da data, criada pela conservacionista canadense Patricia Sims e pela Fundação de Reintrodução de Elefantes da Tailândia.

Mais de cem organizações do mundo inteiro celebram o Dia Mundial do Elefante com eventos e campanhas na mídia, envolvendo milhões de pessoas.

Elefantes e seus ancestrais outrora vagavam por boa parte da Terra, mas as populações selvagens estão hoje confinadas em pequenas áreas na África e na Ásia. Mortos impiedosamente por causa das valiosas presas de marfim, eles correm risco de extinção em consequência da caça furtiva, da perda de habitat e dos conflitos por território com humanos. 

“Em parte, admiramos os elefantes porque eles demonstram o que consideramos as melhores virtudes dos humanos: empatia, autoconsciência e inteligência social”, disse o editor da revista Vanity Fair, Graydon Carter. “Mas a forma como os tratamos põe em evidência o que existe de pior no comportamento humano.”

Continuar a Ler