Animais

Cabeça de cobra decapitada quase mata um homem – veja como

Cientistas avisam que cascavéis podem continuar sendo perigosas por muito tempo depois de mortas. Terça-feira, 12 Junho

Por Stephen Leahy

Um homem do Texas estava cuidando de seu jardim quando avistou uma cascavel de 1,2 metro. Ele arrancou a cabeça da cobra com uma pá, mas quando foi jogá-la fora, a cabeça decapitada o mordeu.

O homem teria recebido uma grande dose de veneno de cobra. Ele ficou muito doente e teve que ser levado de helicóptero ao hospital, onde precisou receber uma grande dosagem de soro antiofídico. Uma semana depois ele ainda está estável. A cobra foi identificada como uma cascavel diamondback ocidental.

A história talvez não seja tão incomum quanto parece, porque cobras – como muitos outros répteis – mantêm seus reflexos por até horas após sua morte. O reflexo de morder é extremamente forte em cobras venenosas, porque seu instinto é de dar uma mordida rápida, se afastar e esperar o veneno fazer efeito. Infelizmente, para o texano, o reflexo de mordida pode ocorrer horas após a morte da cobra.

Os corpos de cobras muitas vezes ficam se movendo por algum tempo após sua morte, diz Bruce Jayne, professor de biologia da Universidade do Cincinnati, nos Estados Unidos. É um reflexo similar ao de uma galinha decapitada que ainda consegue correr por um curto período de tempo, diz Jayne. O mecanismo por trás desse comportamento estranho é o sistema nervoso pré-programado para fazer certos movimentos sem que o cérebro precise mandar um sinal. E a cabeça decapitada de uma cobra venenosa é evidentemente pré-programada para morder em resposta a um estímulo – como alguém tentando pegá-la, disse ele.

“Isso acontece bastante. Na verdade, um pesquisador foi mordido recentemente desse jeito”, disse Jayne, que já trabalhou, na Ásia, com cobras marinhas que tem um veneno extremamente mortal.

Ele trata de cobras venenosas mortas, seja por atropelamento ou em um vidro de conserva, com a mesma cautela que trata de cobras vivas. “Você pode facilmente prender seu dedo em um dente de uma cobra morta há muito tempo e ser envenenado”, ele disse.

A grande maioria das mordidas de cobra nos Estados Unidos ocorrem porque as pessoas ficam mexendo com as criaturas, que são normalmente tímidas e fazem o que podem para evitar contato com seres humanos. Elas são normalmente fáceis de serem evitadas e não se movem mais rápido do que uma caminhada rápida, disse Jayne. 

É melhor simplesmente deixar as cobras venenosas em paz, disse Jayne. "Se precisar retirar uma da sua propriedade ou de um lugar público, chame um especialista para removê-la humanamente", ele aconselha. Resumindo, cobras têm um papel importante no ecossistema e merecem respeito como seres selvagens.

Continuar a Ler