Animais

FOTOS Mestres do disfarce – a camuflagem impressionante dos insetos

Como estratégia de defesa, insetos abusam da camuflagem para passar despercebidos.

Por Nora Gallagher

Quando se trata de biologia, a camuflagem está em toda parte. Leões se camuflam para se esconder na savana. As rãs usam para combinar com o ambiente verde. Os camaleões, o mais famosos mestres da camuflagem, às vezes até mudam de cor para não ser notado. (Veja o verdadeiro motivo para o camaleão mudar de cor).

Cientistas sempre foram fascinados pelo mimetismo. Para alguns contemporâneos de Darwin, como o naturalista Alfred Russel Wallace, foi a mímica e a camuflagem que ajudaram a convencê-los do poder da seleção natural. A natureza seleciona apenas as peculiaridades bem sucedidas – insetos que podem se misturar ao ambientes têm menos chances de virarem comida e conseguem transmitir seus genes aos descendentes, junto com os disfarces naturais.. (Veja também: "Galeria de Fotos: Você consegue encontrar o animal nas fotos").

Mas, de acordo com um estudo de 2014, um certo tipo de mimetismo de folhas é bem mais antigo do que se imaginava – acontece desde quando os dinossauros vagavam pela Terra.

Bicho-verde

Esse bicho-folha (Phyllium giganteum) além de ter a cor e a forma de uma folha de árvore, também se move para a frente e para trás ao andar, como se estivesse sendo levado pelo vento.

Cobra-cigarra

Na foto à esquerda, a cobra-cigarra (Fulgora sp.) está bem camuflada no tronco de sua árvore hospedeira no Parque Nacional Soberania, no Panamá. À direita, em uma exibição defensiva, ela pisca os grandes olhos em das asas para assustar predadores famintos.

Louva-a-deus orquídea

Já achou o bicho nessa foto? Olhe com atenção e talvez você encontre o louva-a-deus orquídea (Hymenopus coronatus). Enquanto alguns insetos usam a camuflagem para se esconder entre as flores, este louva-a-deus imita partes da flor para atrair a presa. Seus quatro pés parecem pétalas.

Lagarta-verde

Esta lagarta-verde (Tanaecia sp.) mistura-se com elegância ao seu ambiente. A destreza dos insetos ao desenvolver a camuflagem fascina os cientistas há séculos. O renomado entomologista E. O. Wilson uma vez disse: "muitos garotos têm uma fase que ficam atraídos por insetos. Eu nunca passei dessa fase".

Borboleta-folha

Ninguém gosta de comer folha seca, não é mesmo? Nem os animais. A borboleta-folha (Kallima sp.) ganhou o nome por razões óbvias.

Esperança

É difícil encontrar essa esperança disfarçada no meio do líquen de um tronco. E olha que conveniente: ela se alimenta exatamente do líquen sobre o qual se camufla. 

Bicho-pau

O bicho-pau (Lonchodes sp.) se protege na natureza disfarçando de galho ou graveto. Para não sair da fantasia, caminha lentamente, como um galho levado pelo vento.

Continuar a Ler