Animais

Família é perseguida por guepardos depois de sair do carro em safári

Por sorte, ninguém se feriu, mas as imagens revelam o perigo em parques de vida selvagem. Segunda-feira, 14 Maio

Por Stephen Leahy

Uma família com uma criança pequena precisou correr para se salvar quando dois guepardos os perseguiram até seu carro no Parque Safári Beekse Bergen, na Holanda. Por sorte, os guepardos não estavam com fome e apenas protegiam seu território, contou o gerente do parque, Niels de Wildt, a uma estação de rádio holandesa.

O vídeo mostra a família de cinco pessoas, incluindo uma criança pequena, de pé em um gramado alto a quase 30 metros do carro no meio de um parque de vida selvagem, onde diversos guepardos andam livremente. Depois de passar por um grupo de guepardos que descansava na sombra, a família saiu do carro e, dando as costas para os animais, caminharam até um campo para olhar outra coisa. Os guepardos rapidamente os viram e correram até eles. Rosnando agressivamente, perseguiram a família apavorada de volta para o carro.

“Como pai, quando vi a criança pequena no vídeo... Fiquei com medo do que iria acontecer” disse Luke Dollar, biólogo conservacionista e explorador da National Geographic, além de professor na faculdade Catawba College, nos EUA. “As pessoas se esquecem que os grandes felinos são excelentes predadores e que, para eles, somos presas”, disse Dollar.

Felizmente, ninguém se feriu. O desfecho poderia ter sido diferente com um dos outros grandes felinos. Guepardos não são tão agressivos quanto leões, leopardos ou tigres, disse Laurie Marker, fundadora e diretora executiva do Fundo de Conservação dos Guepardos (CCF). “Eles são curiosos e investigarão coisas fora do normal que aconteçam em seu habitat”, disse Marker.

Marker disse que a família teve sorte. “Olhar mais de perto nunca vale colocar você ou uma criança pequena em risco”, ela disse.

Há dois anos, uma mulher que saiu de seu carro no parque chinês de vida selvagem Badaling, perto de Pequim, foi atacada por um tigre. A mulher foi terrivelmente ferida, mas sua mãe, que tentava ajudá-la, foi morta por outro tigre.

Como em todos os parques de safári, este parque holandês apresentava diversos avisos em vários idiomas dizendo aos visitantes que era proibido sair do carro. Ainda assim, as pessoas ignoram os avisos e, todo ano, pessoas são feridas ou mortas em parques de vida selvagem, muitas vezes na tentativa de tirar uma foto ou selfie melhor. Em 2015, uma turista americana foi morta por um leão na África do Sul enquanto tirava fotos por uma janela aberta de um jipe no Lion and Safari Park, próximo a Joanesburgo. O parque informa os visitantes para deixarem suas janelas sempre fechadas.

Algumas atrações de vida selvagem até permitem ou deixam de impedir que as pessoas alimentem animais perigosos, como ursos, pela janela aberta do carro, como mostra este vídeo de 2017 do Parque de Vida Selvagem Badaling, em Pequim. Felizmente, ninguém se machucou naquele dia.

“Não sei se concordo com parques de safári ou de vida selvagem” disse Dollar. “Muitas vezes, é a única maneira com a qual as pessoas podem conhecer grandes felinos ou outros animais selvagens, mas esses animais não deveriam ter sido tirados de seus habitats naturais” ele disse.

“As pessoas deveriam sempre respeitar os animais selvagens como eles merecem”, disse Dollar. “A família que visitava o Parque Safári Beekse Bergen teve a sorte de ir embora apenas com um susto.”

Continuar a Ler