Quando ver as superluas de 2023: as oportunidades que você não pode perder

Observar o céu e a Lua será especialmente mais atrativo a partir de julho; entenda.

Lua cheia sobre o ecossistema da Grande Yellowstone, em Montana.

Foto de Ronan Donovan
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 3 de jul. de 2023, 12:27 BRT

Há momentos em que a Lua, o satélite natural da Terra, chama bastante atenção por sua aparência. É o caso do fenômeno das superluas. 

De acordo com a agência espacial norte-americana Nasa, uma superlua ocorre quando a Lua está no perigeu (seu ponto mais próximo do planeta) e, ao mesmo tempo, está cheia.

O fenômeno da superlua ocorrerá quatro vezes em 2023, de acordo com Farmers' Almanac, tradicional publicação dos Estados Unidos que trata sobre astronomia, entre outros assuntos, desde 1818.

A primeira superlua de 2023 ocorre em 3 de julho, a chamada Superlua dos Cervos. O momento de maior iluminação dessa superlua nas Américas foi durante as primeiras horas da manhã desta segunda-feira.

A segunda e a terceira superluas ocorrerão em agosto, precisamente nos dias  1º e 31. A quarta e última superlua do ano será em 29 de setembro.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados