Fotos assustadores mostram o caos em invasão do Capitólio dos EUA

Cenas surreais em Washington DC depois que uma multidão de apoiadores do presidente Trump invadiu o capitólio dos Estados Unidos, interrompendo a votação para certificar a eleição presidencial de 2020.

Publicado 6 de jan. de 2021 19:31 BRT, Atualizado 7 de jan. de 2021 11:19 BRT

O capitólio dos EUA, sede do Congresso, tornou-se um palco do que observadores estão chamando de insurreição. Apoiadores do presidente Donald Trump invadiram o edifício, que teve que paralisar o processo de certificação da derrota de Trump e eleição de Joe Biden.

Bandeiras da campanha de Trump ainda estão sendo carregadas pelo prédio e uma bandeira dos Confederadas foi erguida próxima das câmaras do Senado. Gás lacrimogênio foi utilizado no salão principal.

Tanto Democratas quanto republicanos pedem que Trump instrua os manifestantes a deixarem o local. Seu ex-chefe de gabinete, Mick Mulvaney, tuítou: “O tuíte do Presidente não é suficiente. Ele pode acabar com isso agora e precisa fazer exatamente isso. Diga a essas pessoas para irem para casa”.

Biden, em um discurso em rede nacional, também pediu a Trump que acabasse com isso. “Pense no que o resto do mundo está vendo”, disse Biden.

Parlamentares se isolaram dos manifestantes, que caminhavam pelos corredores, quebravam vidraças e destruíam propriedade. A polícia do Distrito de Columbia (DC) disse que respondia a notícias de bombas deixadas pela cidade de Washington. Uma mulher foi baleada dentro do capitólio, de acordo com a CNN. Toda a Guarda Nacional de DC estava sendo ativada, reportou o New York Times. O vice-presidente Mike Pence, que certificaria as eleições de novembro esta tarde, estava em uma localização secreta.

Os congressistas testemunharam uma cena aterrorizante, com muitos Democratas condenando Trump por provocar seus apoiadores a tentar o que alguns estão chamando de uma derrubada do governo federal. Na câmara dos deputados, o republicano Dan Kildee, do estado de Michigan, tuítou que ele foi “instruído a deitar no chão e colocar máscaras anti-gás. Seguranças das câmaras e a polícia do capitólio sacaram suas armas enquanto manifestantes batiam nas portas da frente da câmara.”

O capitólio já foi palco de violência no passado. O edifício era alvo de terroristas no 11 de setembro, mas o avião sequestrado para esse fim caiu na zona rural do estado da Pensilvânia. Em 1971, o grupo anti-guerra Weather Underground explodiu uma bomba no Senado, causando centenas de milhares de dólares em danos, mas nenhum ferido. Em 1954, quatro nacionalistas porto-riquenhos atiraram na galeria da câmara dos deputados, ferindo cinco congressistas.

Continuar a Ler

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2017 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados