Uma breve história de Rosh Hashaná, o início do Ano Novo judaico

Celebrado com toques de trombeta, orações e comidas simbólicas, este feriado marca o começo dos dias sagrados dos judeus.

Rosh Hashaná marca não apenas o início do Ano Novo judaico – é também o início dos grandes dias sagrados. É celebrado com orações, refeições festivas e alegres toques do shofar, uma trompa cujo som se acredita ser um chamado ao arrependimento do pecado.

Foto de Xinhua eyevine, Redux
Por Erin Blakemore
Publicado 24 de set. de 2022 10:00 BRT

Comida, som, oração, reflexão, celebração. Os judeus de todo o mundo em breve desejarão um ao outro “Shanah tovah” (hebraico para “bom ano”) durante o Rosh Hashaná, o Ano Novo judaico. 

O feriado, que acontece este ano entre o pôr do sol de 25 de setembro e o pôr do sol de 27 de setembro, dá início aos dias sagrados judaicos. Aqui está o que você precisa saber sobre como o feriado é comemorado e a história do toque tradicional do shofar.

Origens e significado de Rosh Hashaná

O povo judeu dá as boas-vindas ao ano novo em setembro ou outubro, não em janeiro, em observância ao calendário hebreu lunisolar. Rosh Hashaná começa no primeiro dia de Tishri, o primeiro mês do ano civil do calendário e o sétimo mês do ano religioso. 

Dado que o calendário hebraico é mais de uma semana mais curto do que o calendário gregoriano e, segundo a tradição, originou-se com a criação bíblica do universo, este feriado marcará o início do ano 5783 para os judeus em todo o mundo.

Rosh Hashaná é uma chance não apenas de celebrar e olhar para frente, mas de considerar o passado e rever o relacionamento com Deus. Também marca o primeiro dia de um período conhecido como os Dez Dias de Temor, ou Dias de Arrependimento, durante o qual as ações de uma pessoa são consideradas capazes de influenciar tanto o julgamento de Deus quanto o plano de Deus para essa pessoa. Esses dias sagrados culminam no Yom Kippur, um tempo de expiação que é considerado o dia mais sagrado do ano. 

Embora o feriado seja celebrado há milhares de anos, suas origens são obscuras. A escritura judaica estabelece o mês e os dias de um festival semelhante, mas não o chama de Rosh Hashaná. Na passagem bíblica Levítico 23:24-25, Deus diz a Moisés que o povo de Israel deveria observar o primeiro dia do sétimo mês como um dia de descanso e marcá-lo com o toque de chifres. 

Em algum momento, o feriado tornou-se associado ao ano novo. A primeira referência a Rosh Hashaná em um texto rabínico vem da Mishná, um texto legal judaico que data de 200 d.C.

Como é celebrado o Rosh Hashaná

Na preparação para Rosh Hashaná, o shofar – uma trombeta feita de chifre de carneiro ou animal kosher – é tocado regularmente nas sinagogas. O feriado em si é comemorado com ainda mais sopros de shofar, geralmente 100 durante os cultos em ambos os dias. Muitos judeus interpretam o som como um chamado para se arrepender dos pecados e buscar o perdão de Deus.

O trabalho é proibido em Rosh Hashaná, e muitos judeus passam o feriado participando de serviços especiais em suas sinagogas e depois celebrando com refeições festivas.

Rosh Hashaná tem seus próprios alimentos simbólicos: chalá redonda, maçãs e mel. Simbolizando Deus, os ciclos do ano e o sustento que está por vir, um pão chalá arredondado, muitas vezes cravejado de passas, geralmente é mergulhado em mel e comido em uma refeição comemorativa. 

Assim são as maçãs, que representam a esperança de um ano doce pela frente. Acredita-se que a tradição de comer maçãs no Rosh Hashaná tenha se originado com judeus ashkenazi na Europa, que usavam a fruta do outono em suas refeições de ano novo. 

Então, como será comemorado o início do ano de 5783? Em muitos lugares do mundo, o comparecimento à sinagoga ainda é impossível devido à pandemia – ou exigirá a utilização de máscara ou prova de vacinação. Mas, estejam eles no Zoom ou reunidos pessoalmente com familiares e amigos, os judeus de todo o mundo certamente estarão comendo bem e tocando seus shofars em um show de devoção de ano novo.

Nota do editor: Esta história foi publicada originalmente em 18 de setembro de 2020. Foi atualizada.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

História
Por que o Ramadã é o mês mais sagrado na cultura islâmica
História
O que foi a Guerra Fria? Diferenças e semelhanças com a atualidade
História
Conheça os países que mudaram de nome ao longo da história
História
Como a Pedra de Roseta ajudou a desvendar os segredos de antigas civilizações
História
Reconstrução deu esperanças de igualdade para população negra dos EUA. Por que não deu certo?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados