Quem construiu o Muro de Berlim?

A construção que dividiu a capital alemã durante os anos de Guerra Fria partiu de uma operação realizada de madrugada, e pegou a população de surpresa.

A East Side Gallery, uma seção de 1,3 km de extensão do Muro de Berlim localizada perto do centro de Berlim em Friedrichshain-Kreuzberg e é um memorial internacional pela liberdade.

Foto de Gerd Ludwig
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 21 de nov. de 2022 16:34 BRT

Em conflito entre o capitalismo e o comunismo como fruto dos desdobramentos da Segunda Guerra Mundial, o Muro de Berlim serviu como um símbolo físico da divisão ideológica do mundo. 

A enorme barreira de concreto foi erguida na fronteira entre Berlim Oriental e Berlim Ocidental, cidade epicentro da chamada Guerra Fria. Segundo conta Frederick Taylor, autor de Muro de Berlim (Record, 2009), obra que narra em detalhes a separação da capital alemã, a construção do muro pegou os habitantes de surpresa, que acordaram um dia impedidos de ultrapassar as fronteiras da cidade. 

Quem mandou construir o Muro de Berlim?

De acordo com Taylor, em seu livro, a decisão de separar a capital alemã fisicamente partiu do governo da ex-União Soviética (URSS), em conjunto com a Alemanha Oriental. Na época, os países eram governados por Nikita Khrushchev e Walter Ulbricht, respectivamente. 

A operação de construção do muro ficou conhecida como Operação Rosa e foi realizada em segredo para evitar pânico e desentendimentos com as nações ocidentais. A estrutura de concreto começou a ser erguida pelos soviéticos na madrugada do dia 12 para o dia 13 de agosto de 1961. 

A população da capital alemã acordou com os cerca de 112 quilômetros da fronteira cercados por concreto e arame farpado. Berlim Oriental estava isolada da parte capitalista da cidade, com direito a torres de vigilância, soldados armados e cães de guarda. 

Por que o Muro de Berlim foi construído?

Ainda segundo Taylor, o muro foi construído porque, para os líderes comunistas, era preciso interromper o fluxo de pessoas que fugiam do lado oriental para o lado capitalista. Outro objetivo era barrar “atravessadores de fronteiras” que viviam na economia comunista, mas trabalhavam no lado ocidental. 

Antes dessa separação física, uma média de mil pessoas deixavam Berlim Oriental para o lado capitalista por dia. Dados oficiais da URSS, apurados por Taylor, dizem que essa média caiu para 28 na noite do dia 13.

O Muro de Berlim dividiu a capital alemã por 28 anos, sendo derrubado em novembro de 1989.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

História
Como terminou a Primeira Guerra Mundial
História
O que aconteceu depois da queda do Muro de Berlim
História
O que foi a Guerra Fria?
História
Benito Mussolini: ascensão, queda e legado do fundador do fascismo
História
VOZES DA FRONTEIRA: A DECISÃO

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados