O que foi o Holocausto e por que existe uma data para lembrar o que aconteceu?

O fim da Segunda Guerra Mundial marcou o fim do regime nazista, que havia tomado medidas contra a população judaica.

Uma exposição de fotografias e uniformes de vítimas dos campos de concentração nazistas. 

Foto de James L. Stanfield
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 25 de jan. de 2024, 12:00 BRT

O dia 27 de janeiro ficou marcado como o Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto. Nesta data, pessoas de todo o mundo se reúnem para lembrar os judeus perseguidos e assassinados pelo regime nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

O que foi o Holocausto?

A Enciclopédia do Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos (USHMM) define o Holocausto como a perseguição e o assassinato sistemáticos de aproximadamente seis milhões de judeus europeus, patrocinados pelo regime nazista alemão e seus colaboradores".

Como aponta o USHMM, o Holocausto, também chamado de Shoah (palavra hebraica que significa "catástrofe"), começou em 1933, quando Adolf Hitler e o partido nazista chegaram ao poder na Alemanha.

O nazismo, continua o museu, usou o governo para atacar e excluir os judeus da sociedade alemã por meio de medidas antissemitas (ou seja, anti-judaicas) que foram apartando essas pessoas do convívio social. 

Entre as ações realizadas pelo regime estavam a promulgação de leis discriminatórias, a adoção de várias formas de identificação e exclusão pública, além da violência e da perseguição contra os judeus da Alemanha institucionalizada pelo Estado. Essas medidas se tornaram cada vez mais radicais com o passar dos anos dentro do regime nazista. 

Em decorrência dessa política de extermínio, foram implementados campos de concentração, nos quais prisioneiros judeus eram obrigadas a realizar trabalhos forçados e onde – em inúmeras ocasiões – essas pessoas morriam de fome, doenças e outras condições desumanas, como diz o Museu do Holocausto. 

A radicalização ainda maior desse ideário genocida culminou na chamada "Solução Final", uma determinação do governo nazista na qual foram cometidos assassinatos em massa contra os prisioneiros judeus europeus dos campos de concentração, em medidas feitas de forma organizada e sistemática.

De acordo com o USHMM, os nazistas acusaram falsamente os judeus de serem os causadores dos problemas sociais, econômicos, políticos e culturais da Alemanha e também culparam essa parcela da população como responsável pela derrota do país na Primeira Guerra Mundial (1914-1918).

Também em um museu, a mala do bebê Thomas Fischer, uma das inúmeras vítimas do campo ...

Também em um museu, a mala do bebê Thomas Fischer, uma das inúmeras vítimas do campo de extermínio de Auschwitz.

Foto de James P. Blair

Quando o Holocausto terminou?

O Holocausto da população judia só começou a ruir a partir de 1945, quando as chamadas potências aliadas (Grã-Bretanha, Estados Unidos e União Soviética) derrotaram a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial, como explica a enciclopédia. À medida que as forças aliadas avançavam pela Europa, elas iam libertando os prisioneiros dos campos de concentração nas diversas regiões tomadas pelos nazistas durante o combate.

Entretanto, o Museu reconhece que a libertação não foi o fim do pesadelo. Durante o período pós-guerra, muitos sobreviventes enfrentaram ameaças contínuas de antissemitismo violento e deslocamento. Eles também tiveram que enfrentar a triste realidade de terem perdido familiares e membros da comunidade.

De acordo com o Yad Vashem, o Centro Mundial de Memória do Holocausto, não há um número exato de judeus mortos durante esse período.

No entanto, o número de seis milhões de vítimas é comumente citada por Adolf Eichmann, um oficial alemão de alto escalão que esteve envolvido no Holocausto, como explicam dadoos do continua Yad Vashem. Da mesma forma, a pesquisa relatada pelo World Centre confirma que o número de vítimas ficou entre cinco e seis milhões.

O que é e por que foi criado o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto?

Por meio de uma resolução emitida em 2005, a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o Programa de Divulgação do Holocausto para homenagear as vítimas e "mobilizar a sociedade civil para a educação e a lembrança do Holocausto" a fim de evitar futuros atos de genocídio.

Sob a mesma premissa, o órgão também designou o dia 27 de janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Isso porque a data marca a libertação de Auschwitz, o maior complexo de campos de concentração do gênero.

Além desse dia internacional, alguns países organizam cerimônias nacionais de homenagem em outras datas também ligadas ao Holocausto. Por exemplo, na Hungria, o dia 16 de abril é designado como Dia Nacional da Lembrança do Holocausto e, em Israel, o Dia da Lembrança dos Mártires e Heróis do Holocausto (Yom Hashoah em hebraico) começa ao pôr-do-sol do 27º dia do mês de Nisan (em 2024 será 5 de maio).

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados