Espaço

Por que essa imensa lua cheia parece estar caindo do céu

Um vídeo feito próximo a um vulcão pode até parecer obra de Hollywood, mas é apenas um exemplo de como a ciência pode confundir sua mente.segunda-feira, 11 de junho de 2018

Por Nadia Drake

“Estas pessoas não correm perigo.”

Assim começa a explicação da Nasa de um impressionante vídeo publicado em 1º de junho que mostra uma monstruosa lua se aproximando de algumas pessoas no topo de uma montanha. Rapidamente, a superfície lunar começa a desaparecer atrás da montanha, dando a impressão de estar literalmente caindo do céu.

Então você se pergunta: por que a Nasa estaria interessada num vídeo de ficção científica, ou em algum truque de edição criado para a internet? Spoiler: ela não está interessada.

Daniel López, um fotógrafo das Ilhas Canárias, registrou a cena na manhã de 30 de maio do alto de uma colina próxima ao vulcão Monte Teide, em Tenerife, Espanha, capturando a paisagem surreal entre o nascer do sol e o poente da lua.

O que se vê no vídeo é real e não foi editado. Trata-se de uma ótima amostra de como a ciência pode nos enganar.

Primeiro, a razão pela qual a lua parece tão monstruosa é simples. López usou uma lente do tipo teleobjetiva, capaz de distorcer dramaticamente a distância aparente entre os objetos e o plano de fundo. É um efeito bem comum em fotos de baleia que estão bem longe da costa, mas parecem estar a alguns metros da praia.

Nessa filmagem em especial, os “mini-humanos” estão no alto de um vulcão a cerca de 16 km de distância. A ilustre presença celestial está a quase 400 mil km de distância, porém posicionada de forma a enquadrar perfeitamente o cume do vulcão.

Quanto a aparente velocidade da lua, é o resultado da rotação da Terra, e não um truque de timelapse ou aceleração do tempo do vídeo.

Girando a cerca de 1,7 mil km/h, o eterno movimento da Terra é normalmente imperceptível para nós, exceto quando olhamos para algum objeto no céu por um longo tempo ou para sombras no chão. A distância distorcida das imagens destaca a velocidade com que nosso planeta se movimenta ao mesmo tempo em que acentua o tamanho da nossa vizinha Lua.

Continuar a Ler