8 recomendações para navegar com segurança na internet

No Dia da Internet Segura, conheça algumas formas de evitar problemas ao surfar pela web.

Uma maneira de manter-se seguro na internet consiste em instalar e manter atualizado um antivírus ou firewall. Na imagem, um cibercafé em Berlim.

Foto de Gerd Ludwig
Por Redação National Geographic
Publicado 7 de fev. de 2023, 15:17 BRT

Navegar pela internet tornou-se uma forma acessível para aprender, se informar e trabalhar. No entanto, a web também traz riscos, pois o usuário pode ser vítima de fraudes e roubos.

Para gerar consciência, informar e educar sobre o uso responsável, respeitoso, crítico e criativo da internet, a data de 7 de fevereiro ficou marcada como o Dia da Internet Segura.

Diversas entidades oferecem recomendações úteis para evitar problemas e navegar com segurança e National Geographic selecionou algumas das principais recomendações sobre o tema. Conheça  abaixo:

1. Instalar um antivírus

Uma maneira de manter-se em segurança na internet consiste em instalar e manter atualizado o sistema de antivírus ou firewall, como recomenda o Ministério de Segurança da Argentina (órgão público encarregado de planejar as políticas nacionais de segurança interna do país que equivaleria ao Ministério da Justiça no Brasil).

Já o Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido (NCSC) reforça que “as atualizações de software e de aplicativos contêm funcionalidades de segurança vitais para ajudar a proteger os dispositivos da ação de cibercriminosos”. Por isso é tão importante manter os sistemas atualizados em suas versões mais recentes. 

2. Usar senhas seguras 

O NCSC alerta que os cibercriminosos podem usar o e-mail da vítima para acessar outras contas pessoais, deixando a pessoa vulnerável a ter sua identidade roubada.

Portanto, é necessário trocar as suas senhas periodicamente. A recomendação é que você evite repeti-las em mais de uma conta e que também não crie senhas com base em informações pessoais (data de nascimento, por exemplo).

3. Ativar a verificação em duas etapas 

Ativar a verificação em duas etapas é uma das formas mais efetivas de proteger suas contas online dos cibercriminosos, afirma o Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido.

“Deve-se proteger as contas mais importantes (como e-mail, banco, redes sociais e compras online) garantindo que a verificação em duas etapas estará ativa em um cada uma delas”, recomenda o NCSC. De acordo com a entidade, esta é uma maneira de manter os criminosos fora das contas pessoais, inclusive se eles conhecerem suas senhas.

4. Acessar sites que garantam uma navegação segura

Além da orientação anterior, as entidades recomendam verificar se o site que você está acessando possui o certificado de segurança no início da URL (trata-se de um padrão que garante a proteção de dados na internet).

5. Cuidado na hora de divulgar dados pessoais 

É preciso estar atento a  ligações por telefone pedindo dados pessoais, principalmente de serviços que você não solicitou. Se uma página está exigindo os dados, é importante verificar se é um site de navegação segura.

6. Encerrar a sessão de dispositivos

É importante encerrar a sessão de qualquer programa, site ou aplicativo ao terminar de usá-lo (como redes sociais e e-mails).

7. Fazer um backup

O backup, também chamado de cópia de segurança, ajuda a proteger os dados mais importantes do usuário, como fotos e documentos principais, informa o NCSC.

8. Conectar-se a redes seguras

Por último, é importante evitar redes Wi-Fi públicas ou abertas, que podem ser usadas para roubar suas informações pessoais.
 

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados