O que é a ética e porque ela é importante

O conceito é discutido em diversas áreas do conhecimento e seu estudo é desenvolvido desde a era de Platão.

Templo de Hefesto, Ágora, Atenas, Grécia, Europa

Foto de Robert Harding Picture Library
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 28 de nov. de 2022 10:23 BRT

O estudo da ética é centrado na sociedade e no comportamento humano, estando ligado à ação das pessoas. De acordo com o livro Ética, do filósofo Adolfo Sánchez Vázquez, professor e escritor espanhol, a discussão da ética, que evolui em conjunto com a humanidade, define quais ações podem ser consideradas corretas ou incorretas na conduta dos humanos.

O que é a ética

A palavra “ética” vem do grego ethos e significa caráter, comportamento. Na filosofia, reflexões sobre esse tema começaram na antiguidade, sendo debatida nos ensaios de filósofos famosos como Platão, Aristóteles e Demócrito. Aristóteles, em especial, relacionava o comportamento ético como o meio de alcançar a felicidade, segundo seu ensaio Ética a Nicômacos. 

Por ser o estudo do comportamento humano, a ética trata desde as relações pessoais de cada um, como decisões que se toma no dia a dia, até um sentido mais amplo, analisando as relações em sociedade. Sendo assim, a ética é um conceito que pode ser aplicada na conduta de diversas profissões, como médicos, advogados, jornalistas – e até na política. 

(Conteúdo relacionado: O mundo quer comer mais polvo, mas criá-los em cativeiro é ético?)

A importância da ética

O estudo da ética visa descobrir o que está por trás do modo de ser e de agir humanos enquanto procura estabelecer “regras” do que é "bom" e do que é "mau". A importância da ética está exatamente nesse saber o que é certo e o que é errado enquanto indivíduos e sociedade. 

Esse saber, no entanto, não é sempre o mesmo e pode variar dependendo da sociedade, do indivíduo ou da situação. O filósofo contemporâneo espanhol Fernando Savater, em seu livro intitulado “Ética para Meu Filho, exemplifica: 

“A mentira é, em geral, algo mau, porque destrói a confiança na palavra e provoca inimizade entre as pessoas; mas às vezes pode parecer útil ou benéfico mentir para obter alguma vantagem, ou até para fazer um favor a alguém. Por exemplo, é melhor dizer ao doente de câncer incurável a verdade sobre seu estado, ou deve-se enganá-lo para que ele viva suas últimas horas sem angústia? A mentira não nos convém, é má, mas às vezes parece acabar sendo boa.”

Além disso, a ética também orienta o ordenamento jurídico e legal das nações. Segundo o filósofo alemão Leibniz (1646-1716), o Direito e as leis devem seguir três preceitos éticos básicos: não prejudicar ninguém; atribuir a cada um o que lhe é devido; viver honestamente. Portanto, a organização e segurança das sociedades também se baseiam na ética. 

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

História
Livros de filosofia que você deve ler pelo menos uma vez na vida
História
O que é o bullying?
História
Dia Mundial do Saneamento: qual é a sua importância
História
Qual a origem do origami?
História
O que é canibalismo?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados