O que aconteceria se o gelo de todo o planeta derretesse

Embora o cenário seja catastrófico, os especialistas concordam que é improvável que isso aconteça, pelo menos no curto prazo.

Icebergs tabulares se separaram do continente e derreteram de volta na água, na Antártica.

Foto de Paul Nicklen
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 12 de set. de 2023, 12:00 BRT

Uma grande fração da água doce da Terra está congelada: ela é armazenada em geleiras em todo o mundo e nas camadas de gelo da Groenlândia e da Antártica. Entretanto, devido ao aquecimento global, as camadas de gelo estão derretendo, informa a Nasa. Mas o que aconteceria se o gelo de todo o planeta derretesse?

O cenário previsto mostra consequências de alto impacto. De acordo com a agência espacial norte-americana, quando o gelo derrete ou se rompe, a água flui para os oceanos e o nível do mar aumenta. Esse aumento, em níveis extremos, pode causar efeitos costeiros, danos econômicos e até mesmo mudanças na rotação da Terra. 

O que aconteceria com os oceanos se o gelo ao redor do mundo derretesse?

Se todas as geleiras e camadas de gelo derretessem, o nível global do mar subiria de cerca de 60 a 70 metros, de acordo a Nasa e o US Geological Survey (USGS).

Entretanto, de acordo com a agência geológica dos EUA, ainda há incertezas sobre o volume total das geleiras e calotas de gelo da Terra e o impacto do aumento da temperatura global

Quais seriam os efeitos do derretimento do gelo nas cidades costeiras?

O que se sabe, no entanto, é que esse aumento do nível do mar causaria a inundação de todas as cidades costeiras do planeta.

Na verdade, o aumento do nível do mar poderia fazer com que estados inteiros e até mesmo países desaparecessem sob as ondas, da Flórida (EUA) a Bangladesh, de acordo com um artigo publicado pela National Geographic dos Estados Unidos, em 2019.

O Relatório Especial de Ciência Climática, produzido pelo Programa de Pesquisa sobre Mudanças Globais dos EUA e publicado em 2017, observa que o aumento do nível relativo do mar (ou seja, a altura da superfície do mar em relação à altura da terra) pode ter outros impactos.

Uma mão segura um pedaço de gelo de uma geleira em derretimento no Chile.

Foto de Tamara Merino

Entre eles estão a perda de vidas, danos à infraestrutura, salinização de aquíferos costeiros, mobilização de poluentes, mudanças no equilíbrio de sedimentos, erosão costeira e mudanças no ecossistema, bem como perda de áreas úmidas e ameaças à flora e fauna ameaçadas de extinção.

Entretanto, de acordo com o artigo da edição norte-americana da National Geographic, os cientistas consideram esse cenário catastrófico improvável. Os especialistas argumentam que esses efeitos levariam muitos séculos para se materializar, mas poderiam acontecer se o mundo continuasse a queimar combustíveis fósseis indiscriminadamente.

O que aconteceria com a rotação da Terra se o gelo ao redor do mundo derretesse?

Se o gelo ao redor do mundo derreter e a água fluir para o oceano, ela poderá alterar a rotação do planeta, diz a Nasa. Por exemplo, se o manto de gelo da Groenlândia derreter, o nível global do mar subiria cerca de sete metros e a Terra giraria mais lentamente, aumentando a duração do dia em cerca de 2 milissegundos em comparação com a atual, acrescenta a agência norte-americana.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados