Conheça as senhoras coreanas que mergulham só com o ar dos pulmões

O fotógrafo da National Geographic Luciano Candisani e a diretora Lygia Barbosa acompanharam a rotina destas senhoras que seguem uma tradição secular na Coreia do Sul para o documentário Haenyeo: A Força do Mar.quinta-feira, 1 de março de 2018

Por Redação National Geographic
As mergulhadoras são um exemplo de longevidade. Elas caminham sobre o terreno costeiro para mergulhar em busca de polvos e outros frutos do mar na orla de Jeju, ilha coreana documentada por Luciano Candisani.
As mergulhadoras são um exemplo de longevidade. Elas caminham sobre o terreno costeiro para mergulhar em busca de polvos e outros frutos do mar na orla de Jeju, ilha coreana documentada por Luciano Candisani.
Foto de Luciano Candisani

Registrar a história de um grupo de mulheres que vive do mar: eis a missão da nova jornada de Luciano Candisani. O premiado fotógrafo brasileiro parte para a Ilha de Jeju, na Coreia do Sul, onde se encontram as haenyeos, ou “mulheres do mar”. O trabalho diário dessas heroínas traz a consciência para uma necessidade vital dos tempos modernos: a sustentabilidade.

Corajosas, elas seguem uma tradição secular: mergulham utilizando apenas o ar dos seus pulmões para coletar frutos do mar. É assim, com mínimo impacto no meio ambiente, que ganham dinheiro para criar os seus filhos e sustentar as suas famílias. Apesar das idades avançadas, as haenyeos permanecem até cinco horas seguidas na água – o que representa um desafio físico imenso para Candisani poder fotografá-las em ação. “Algumas mergulhadoras têm mais de 90 anos de idade”, conta Candisani. “Ao mergulhar com elas, senti que a força necessária para esse trabalho não vem dos seus corpos frágeis, mas de um conhecimento lapidado por gerações.”

Em Jeju, o fotógrafo investiga a cultura local e descobre que essa comunidade tradicional está em risco de desaparecer: os mais jovens não são suscetíveis a seguir a profissão das suas mães. Como podem deixar de existir no futuro, as mulheres do mar foram reconhecidas pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Nessa expedição, Candisani busca uma motivação criativa única para revelar, através das suas lentes, uma incrível história de preservação cultural e responsabilidade ambiental. Ele destaca ainda a linguagem inovadora da diretora Lygia Barbosa, da Tru3lab. “Minha busca pelas fotografias foi o fio condutor do roteiro”, diz. “Ou seja, o filme vai se revelando conforme eu vou entendendo a história que desejo passar com as minhas imagens.”

 

Haenyeo: A Força do Mar  será exibido em 18 e 27 de março, terças, às 18h45, no canal National Geographic.*
 

*Ontem, 8 de março, o documentário Haenyeo: A Força do Mar, no canal National Geographic, teve sua exibição interrompida, antes do final, por um erro no sistema de transmissão. Atualizamos a nota com os novos horários de exibição e pedimos desculpas a todo o nosso público. Esperamos que você não perca as próximas oportunidades de conhecer as haenyeos.

 

Haenyeo: A Força do Mar: Entrevista com os criadores
Haenyeo: A Força do Mar: Entrevista com os criadores
A diretora Lygia Barbosa e o fotógrafo Luciano Candisani falam sobre a experiência de registrar a vida das haenyeos, senhoras que mergulham no mar da ilha de Jeju, na Coreia do Sul, para coletar frutos do mar e sustentar a comunidade. 
Continuar a Ler