Qual é o animal vivo mais antigo do mundo?

Descubra a espécie que sobreviveu à passagem de mais de 100 milhões de anos e sua aparência ainda está intacta.

Uma lagoa em James Park, Londres, perto do Palácio de Buckingham.
O camarão girino (Triops cancriformis) é uma espécie prioritária para ações de conservação no Plano de Ação de Biodiversidade do Reino Unido (UK BAP). O animal vive em pequenos lagos que secam durante o verão.

Foto de Simon Roberts
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 8 de mai. de 2023, 13:04 BRT

O artrópode Triops cancriformis, também conhecido como camarão-girino, é uma espécie de crustáceo que rasteja nas águas doces de lagoas em toda a Europa, Rússia e Oriente Médio, de acordo com a Encyclopedia of Life (EOL), um banco de dados que compila informações de todas as espécies conhecidas de seres vivos na Terra.

De acordo com a EOL, o Triops é um fóssil vivo. Ele conviveu com os primeiros mamíferos do período Triássico, há 220 milhões de anos, tornando-se a espécie animal viva mais antiga conhecida pelo ser humano. O camarão, apesar de seu pequeno tamanho de 6 a 11 centímetros, assemelha-se ao caranguejo-ferradura.

Onde e como vivem os camarões-girinos?

Devido à instabilidade do habitat em que se desenvolvem – lagoas intermitentes, que secam durante o verão – o animal tem um ciclo de vida rápido. Esses camarões podem se desenvolver do ovo à fase adulta em apenas duas ou três semanas, quando seu habitat ainda está úmido, diz a EOL. Quando sua lagoa seca, os ovos do artrópode podem permanecer inativos por décadas antes de eclodirem, sendo capazes de sobreviver a altas temperaturas antes que a água volte ao local.

(Você pode se interessar: A água pode acabar? O que diz a ciência)

A população do camarão-girino pode ser formada por indivíduos gonocoristas (organismos com sexos separados, ou seja machos e fêmeas), hermafroditas (espécie com órgãos sexuais de ambos os sexos biológicos) ou androdioicas (coexistência entre machos e hermafroditas). Segundo a EOL, esse último caso é muito raro para a espécie, pois envolve a convivência de uma população formada por Triops hermafroditas e uma pequena proporção de machos.

Rastros de pastagem em algas de lagoa de camarão-escudo (Triops australiensis) que eclodiram após a chuva.

Rastros de pastagem em algas de lagoa de camarão-escudo (Triops australiensis) que eclodiram após a chuva.

Foto de ANDY TOMKINS

Estado de conservação do camarão-girino

Atualmente, esses animais estão em perigo crítico de extinção de acordo com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês). Entre as ameaças, a IUCN menciona a contaminação da água por compostos químicos e a predação por espécies invasoras introduzidas em seus habitats naturais, como patos, peixes e até mesmo plantas exóticas.

Quais outros animais longevos habitam a Terra?

No reino animal, existem espécies que, ao contrário do diminuto crustáceo, possuem uma expectativa de vida maior. Entre eles, um artigo publicado pela National Geographic menciona o tubarão-da-Groenlândia (Somniosus microcephalus) como o vertebrado mais longevo do mundo. O peixe cartilaginoso é capaz de viver 400 anos, o dobro da idade do animal terrestre mais longevo: a tartaruga-gigante.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados