Estes são os três maiores órgãos do corpo

A pele é considerada o maior órgão do corpo devido à sua ampla composição de tecidos que trabalham juntos para proteger o restante do organismo.

Pequeno pedaço de tecido vivo fabricado por um laboratório da Universidade de Harvard, Estados Unidos.

Foto de Robert Clark
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 17 de ago. de 2023, 16:59 BRT

Entre os órgãos descritos a seguir, dois deles fazem parte da cadeia do sistema digestivo do corpo humano, de acordo com o Instituto de Medicina dos EUA (NIH, na sigla em inglês). 

Eles são pontos-chave na longa jornada do alimento no corpo humano devido à importância deles na absorção de nutrientes, na filtragem de toxinas e, por fim, na eliminação de resíduos pelo reto, explica o NIH.

Pele: o maior órgão do corpo humano

Além de ser considerado o maior órgão do corpo humano, um artigo de 2007 publicado na revista científica Nature chamado "Biology of the Skin" sugere que a pele também é um dos órgãos mais multifacetados dos seres humanos. Ela é capaz de detectar um ambiente e funciona como uma barreira protetora contra fatores externos ao organismo, incluindo radiação ultravioleta e micróbios. 

De acordo com o artigo científico, a pele, como um órgão, também inclui unhas, cabelos, glândulas sebáceas e sudoríparas. Ela tem a capacidade de sentir o tato, a temperatura, o prazer e também a dor. Isso, diz a Nature, ajuda os seres humanos a perceber o perigo e a reconhecer o que está acontecendo ao seu redor em uma determinada situação. Um artigo publicado pela National Geographic dos Estados Unidos indica que os adultos carregam um total de 3,6 quilos e 2 metros quadrados de pele. 

O fígado é o maior órgão interno

Entre os órgãos internos que compõem o corpo humano, o fígado é o maior deles. Ele pesa cerca de meio quilo e faz parte do sistema gastrointestinal no quadrante superior direito do abdômen, atrás das costelas, de acordo com um artigo publicado pela Secretaria Nacional de Saúde do Governo do México em 2016. 

Entre as funções do fígado, o Ministério da Saúde mexicano destaca a transformação e o armazenamento da energia fornecida pelos alimentos por meio da bile (suco digestivo produzido pelo fígado), a eliminação do álcool e de várias toxinas do corpo, bem como dos medicamentos ingeridos para tratar vários males ou doenças comuns. 

O fígado, explica o artigo, recebe um total de 1,5 litros de sangue por minuto e se desenvolve entre a quarta e a quinta semana de gestação humana. 

O intestino é o órgão mais longo 

Esse órgão humano não é o maior, mas o mais longo do corpo, de acordo com um artigo de 2008 na revista Nature intitulado "O intestino continua sendo o órgão linfoide mais longo do corpo”. O órgão imunológico fica entre o intestino delgado e o intestino grosso, também chamado de cólon. Ele é responsável por processar os alimentos, absorver seus nutrientes e eliminar os resíduos da digestão (fezes) pelo ânus.  

O comprimento médio do intestino grosso é de 1,38 metro, diz a Nature. Já em adultos, o intestino delgado pode medir de 4,9 metros (no caso de uma mulher de 95 anos) a 9,1 metros (em um homem de 32 anos). Entretanto, o comprimento médio do intestino delgado é de 6,63 metros. 

O intestino delgado é 4,8 vezes mais longo que o cólon, e a natureza indica que seu comprimento está relacionado à altura da pessoa. Considerando que "nos últimos 40 a 50 anos houve um aumento na altura média da população do Reino Unido, parece razoável concluir que as pessoas têm intestinos mais longos do que na década de 1960", conclui o artigo da revista.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados