Quais são os diferentes tipos de eclipses que existem?

O Sol, a Terra e a Lua são os protagonistas durante estes eventos, e a localização dos corpos celestes é a chave para o tipo de visualização.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 14 de abr. de 2023, 16:41 BRT
Erupções coronais e espectros no eclipse solar ártico de 2015.

Erupções coronais e espectros no eclipse solar ártico de 2015.

Foto de Jay M. Pasachoff

Um eclipse ocorre quando um corpo celestial, como uma Lua ou um planeta, se move para a região de sombra emitida por outro corpo celestial, segundo explica a Nasa. Na Terra, as pessoas podem observar dois tipos de eclipses: o solar e o lunar. Mas existem subtipos de cada um deles, o que afeta a forma com que eles são vistos desde a superfície terrestre. 

O que é um eclipse solar 

Os eclipses solares ocorrem quando o Sol, a Lua e a Terra se alinham, parcial ou completamente. Quando isto acontece, o satélite da Terra lança uma sombra sobre o planeta que bloqueia parte ou toda a luz do Sol. 

"Isto só acontece ocasionalmente, porque a Lua não orbita exatamente no mesmo plano que o Sol e a Terra. O tempo em que eles estão alinhados é conhecido como a estação de eclipses, que ocorre duas vezes por ano", explica a agência espacial estadunidense.

Ao observar um eclipse solar, a Nasa alerta que, exceto por breves momentos de totalidade, os observadores devem sempre usar métodos de proteção para evitar danos aos olhos. Dependendo de como os astros se alinham, os eclipses proporcionam uma visão única e recebem um nome específico. 

Eclipse solar total

Este tipo de eclipse ocorre quando a Lua passa entre o Sol e a Terra, bloqueando completamente a face da estrela. Quando isto acontece, o céu escurece completamente para as pessoas no centro da sombra, como se fosse o nascer ou o pôr do sol, diz a Nasa. 

Se o tempo permitir, as pessoas podem ver a coroa do Sol, como é chamada a atmosfera externa da estrela que, normalmente, é obscurecida por sua face brilhante.

Eclipse solar anular

fenômeno ocorre quando a Lua passa entre o Sol e a Terra e, por sua vez, está em seu ponto mais distante ou o mais próximo da Terra. A agência espacial diz, que, como resultado, o satélite parece menor que o Sol e não o cobre completamente. Além disso, a Lua aparece como um disco escuro em cima de um disco maior e brilhante, criando a forma de um anel.

Eclipse solar parcial

Um eclipse solar parcial ocorre quando a Lua passa entre o Sol e a Terra, mas estes três corpos celestes não estão perfeitamente alinhados, de modo que apenas parte do Sol parece estar coberta, dando-lhe uma forma crescente. 

Durante um eclipse solar total ou anular, as pessoas fora da área coberta pela sombra interna da Lua vêem um eclipse solar parcial.

Eclipse solar híbrido

"Como a superfície da Terra é curva, às vezes um eclipse pode alternar entre o anular e o total à medida que a sombra da Lua se move através do globo. Isto é chamado de eclipse solar híbrido", explica a Nasa.

Em 2023, haverá um eclipse solar híbrido em 20 de abril, de acordo com a agência. Entretanto, ele não será visível na América Latina.

Fotos de intervalo de cinco minutos mostram a progressão de um eclipse. Moose River, Ontário, Canadá.

Foto de LAIRD S. BROWN

O que é um eclipse lunar

Ocasionalmente, a Terra se posiciona entre o Sol e a Lua, bloqueando a luz solar que normalmente é refletida pela Lua, o que gera o seu brilho. Os eclipses lunares ocorrem em Lua cheia e só são vistos à noite. 

Segundo a Nasa, não é necessário equipamentos de proteção para observar um eclipse lunar e existem três tipos:

Eclipse lunar total

Um eclipse lunar total ocorre quando a Lua se move para a parte interna da sombra da Terra, que é chamada de umbra. Quando isto acontece, parte da luz solar que passa pela atmosfera atinge a superfície lunar, iluminando-a vagamente.

Quando a luz passa através da atmosfera, ela filtra a maior parte da luz azul, dando a impressão de que a Lua está tingida de vermelho. Quanto mais poeira ou nuvens na atmosfera terrestre durante o eclipse, mais avermelhada a lua aparece, diz a agência estadunidense.

Eclipse lunar parcial

Ocorre quando há um alinhamento imperfeito do Sol, da Terra e da Lua, de modo que a Lua passa por apenas uma parte da umbra da Terra. A sombra cresce e depois retrocede, sem cobrir completamente a Lua.

Eclipse lunar penumbral

O terceiro tipo de eclipse lunar ocorre quando a Lua percorre a penumbra da Terra, que é a parte externa tênue de sua sombra. Este evento é geralmente difícil de ser notado, pois a Lua é ligeiramente ofuscada.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados