As cidades mais sustentáveis do mundo em 2022

Descubra quais são as cidades mais sustentáveis ​​do planeta por seu triplo impacto – econômico, social e ambiental. Conheça também aquelas que lideram o pódio na América Latina e no Caribe.

Stortinget, Parlamento de Oslo. Svalbard, Noruega. Esta cidade lidera o ranking Arcadis das cidades mais sustentáveis ​​do mundo.

Foto de SHUTTERSTOCK
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 31 de out. de 2022 15:47 BRT

A fim de identificar quais cidades no mundo estão mais avançadas em questão de sustentabilidade, a empresa Arcadis, player mundial na área de soluções sustentáveis de design, engenharia e consultoria, prepara desde 2015 um índice anual de cidades sustentáveis. 

O relatório analisa 100 cidades em mais de 40 países a partir de indicadores separados em três categorias: planeta (ambiental), pessoas (social) e lucro (econômico). No top 5 do relatório de 2022, a cidade norueguesa de Oslo aparece como líder, seguida de Estocolmo (Suécia), Tóquio (Japão), Copenhague (Dinamarca) e Berlim (Alemanha). 

Cidades sustentáveis na América Latina

Na América Latina, Jonathan Barton, professor do Instituto de Geografia da Pontifícia Universidade Católica do Chile (PUC-Chile), cita dois exemplos de municípios que investiram em soluções de desenvolvimento sustentável. 

O primeiro é Curitiba, cidade localizada no sul do Brasil, que incluiu mudanças estruturais nas áreas de transporte público, uso de espaço público, gestão de resíduos e capacitação profissional em seu Plano Diretor (mecanismo legal que orienta o uso do solo urbano) desde 1965. 

“É importante reconhecer que o caso de Curitiba foi baseado em estratégia, com iniciativas precisas e concretas, e não em um conjunto de projetos desordenados”, ressalta Barton. 

Refeitório Mathallen. Grunerlokka, Oslo, Noruega. A cidade nórdica distingue-se pelos seus indicadores de triplo impacto.

Foto de SOLVEIG GRANDE

Outro bom exemplo, segundo o pesquisador, é Manizales, localizada no centro ocidental da Colômbia. A cidade se destaca pelas ações feitas a fim de reduzir os riscos de deslizamento de terras e questões de moradia para a população de baixa renda. 

“O caso da cidade colombiana reuniu poderes das esferas regional e municipal com universidades locais, criou indicadores para monitorar o progresso”, diz o pesquisador que enfatiza a importância de uma liderança consciente e a participação ativa da população. 

“Os cidadãos são fundamentais na pressão por um desenvolvimento sustentável, seja na organização de movimentos sociais, na escolha de consumo e, principalmente, como eleitores”, finaliza Barton. 

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Meio Ambiente
O que é preciso para que uma cidade seja sustentável
Meio Ambiente
Existe combustível sustentável para avião?
Meio Ambiente
A energia solar é um caminho para reduzir o aquecimento global?
Meio Ambiente
Pequenas hidrelétricas na Amazônia são insustentáveis, ineficientes e quase sempre injustificáveis
Meio Ambiente
Cidades inteligentes, sustentáveis e verdes: o que elas significam e quais suas diferenças?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados