O que é o sono e por que dormimos?

Os seres humanos passam de um quarto a um terço da vida dormindo. Saiba quais órgãos do corpo mais dependem de uma boa noite de sono para se manterem saudáveis.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 18 de nov. de 2022 10:07 BRT
O termo japonês inemuri, ou "dormir enquanto está presente", é uma forma diferente de cochilo em ...

O termo japonês inemuri, ou "dormir enquanto está presente", é uma forma diferente de cochilo em que uma pessoa dorme em um lugar não projetado para dormir. Japão.

Foto de Magnus Wennman

Dormir é uma necessidade fisiológica que impacta diretamente no organismo. Um artigo da Universidade de Medicina John Hopkins diz que o sono é o responsável por um quarto a um terço da vida humana e é um momento essencial para a saúde do cérebro e do restante do corpo. Mas o que se passa, exatamente, quando se dorme?

Quais são os tipos de sono?

O sono é um período durante o qual o cérebro está envolvido em uma série de atividades necessárias à vida e que estão intimamente ligadas ao bem-estar. Ao longo do tempo dormindo, segundo os especialistas da John Hopkins, o cérebro passa repetidamente por dois tipos de sono: o sono REM (movimento rápido dos olhos) e sono não-REM.

A primeira parte do ciclo é o sono não-REM (sigla em inglês para movimento rápido dos olhos), que vai desde o estágio de adormecer, o sono leve e o sono profundo. Nesse momento a frequência cardíaca e a respiração se regulam, a temperatura corporal cai.

(Veja mais: Mudanças climáticas comprometem um recurso precioso: o sono)

Depois, a pessoa entra no sono REM. Durante esse ciclo, os olhos se movem rapidamente por trás das pálpebras fechadas e as ondas cerebrais são semelhantes às observadas quando acordados. O sono REM também é a parte do sono em que o corpo fica temporariamente paralisado e quando ocorrem os sonhos

Em uma noite típica, uma pessoa percorre um ciclo entre esses dois estágios quatro ou cinco vezes..

Por que é importante dormir? 

Os especialistas da Johns Hopkins afirmam que uma quantidade saudável de sono é vital para a “plasticidade cerebral”, ou a capacidade do cérebro de se adaptar a um novo aprendizado. “Se dormimos muito pouco, nos tornamos incapazes de processar o que aprendemos durante o dia e temos mais problemas para lembrar no futuro”, relata o artigo. 

Os pesquisadores também acreditam que dormir pode promover a limpeza do cérebro pela remoção de resíduos das células cerebrais. Além disso, uma rotina saudável de sono é importante para a manutenção do sistema imunológico e pressão sanguínea.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Ciência
Como ser multitasking nos afeta: 3 efeitos da multitarefa
Ciência
Quando e por que é comemorado o Dia Mundial do Diabetes?
Ciência
Dia Mundial do Diabetes: três histórias para saber como é viver com a doença
Ciência
Dia Mundial do Coração: 7 hábitos para manter seu coração saudável
Ciência
Dia Mundial do Alzheimer: saiba os últimos avanços no tratamento da doença

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados