Quais dinossauros eram carnívoros?

Artigo revela quais foram os grupos mais evidentes, principalmente, na América do Sul. Como eram e quando eles habitaram a Terra?

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 15 de nov. de 2022 15:00 BRT
Pintura de dois Tiranossauros Rex; come-se restos de brontossauro.

Pintura de dois Tiranossauros Rex; come-se restos de brontossauro.

Arte de CHARLES R. KNIGHT

A história dos dinossauros carnívoros é longa, aponta Juan Ignacio Canale no artigo A diversidade dos dinossauros carnívoros, publicado na revista Ciência Hoje, em 2018.

De acordo com o documento, os dinossauros carnívoros pertencem ao grupo dos terópodes (embora alguns não-carnívoros também estejam incluídos neste agrupamento). Algumas de suas características anatômicas que explicam esse hábito alimentar são: uma articulação dos ossos do setor central da mandíbula que confere flexibilidade à mordida, dentes com arestas cortantes e mãos poderosas, com três dedos longos dotados de garras afiadas.

Atualmente, existem cerca de quarenta espécies de dinossauros terópodes sul-americanos descritas. De acordo com a divisão histórica feita pelo autor, algumas delas são as seguintes:

Dinossauros carnívoros do período Triássico 

Alguns desses animais que viveram no período Triássico (que começou há 252 milhões de anos e terminou há 201 milhões de anos) são: Herrerasaurus ischigualastensis, um dos dinossauros carnívoros mais antigos do mundo — media cerca de três metros de comprimento; o Eodromaeus murphi, o Sanjuansaurus gordilloi e o Zupaysaurus rougieri, todos de San Juan e La Rioja, na Argentina.

Outro dos terópodes da época era o Staurikosaurus pricei, encontrado no sul do Brasil.

Quais foram os dinossauros carnívoros do período Jurássico 

A maioria dos achados de dinossauros da era Jurássica (201-145 milhões de anos atrás) vem do centro da província de Chubut, Argentina. Um exemplo é o Piatnitzkysaurus floresi ou o Eoabelisaurus mefi.

Da mesma forma, foram encontrados fósseis de terópodes jurássicos recentemente no Chile, como o Chilesaurus diegosuarezi (embora esteja incluído neste grupo, foi herbívoro aparentemente), e na Venezuela, com exemplar do Tachiraptor admirabilis.

Um Teratophoneus adulto e juvenil faz uma transa no Museu de História Natural em Salt Lake City, Utah.

Foto de Cory Richards

Os dinossauros do período Cretáceo 

Entre os dinossauros do Cretáceo (entre 145 e 66 milhões de anos atrás), o artigo menciona os abelissaurídeos, o grupo mais conhecido de terópodes sul-americanos, com várias espécies descritas que variavam em tamanho de cinco a dez metros de comprimento. Entre eles: Carnotaurus sastrei, Skorpiovenator bustingorryi e Aucasaurus garridoi.

Estes "habitavam principalmente o que era, até então, Gondwana, o supercontinente que reunia América do Sul, África, Madagascar, Índia e Austrália".

Nesta época, também viveram os Spinosauridae, "um grupo de terópodes reconhecíveis por seu crânio estreito e alongado, semelhante ao dos crocodilos". O gênero mais conhecido da família é Spinosaurus. Na América do Sul, foram encontradas, pelo menos, três espécies de espinossaurídeos, que tiveram seus restos cranianos recuperados em rochas no norte do Brasil.

Um dos grupos identificados na América do Sul são os Carcharodontosauridae, caracterizados por serem muito grandes, com formas de cerca de 12 metros de comprimento e pesando entre cinco e seis toneladas, que "os coloca entre os maiores predadores terrestres que já existiram". A espécie mais conhecida da família é o Giganotosaurus carolinii, maior que o famoso Tyrannosaurus rex.

Outros dinossauros do Cretáceo são os do grupo Megaraptoridae; os dos Alvarezsauridae, animais relativamente pequenos que mediam entre um e dois metros e que, aparentemente, eram insetívoros; e os Unenlagiidae, considerada a família dos dinossauros carnívoros mais próximos dos primeiros pássaros.

Segundo Canale, o conhecimento sobre esses seres cresceu exponencialmente nos últimos anos, mas ainda há muito o que aprender.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Animais
O que causou a extinção dos dinossauros?
Animais
Águia: A Rainha do Céu
Animais
Como os papagaios conseguem falar?
Animais
Aves coloridas podem desaparecer? Novo estudo lança alerta
Animais
5 dados curiosos sobre os gatos que você não sabia

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados