Qual é a diferença entre asteroides e cometas?

Entre outras distinções, os cometas são capazes de produzir uma cauda colorida ao se aproximarem do Sol, enquanto os asteroides são simplesmente rochas que orbitam no espaço.

Uma sonda não tripulada alimentada por fusão nuclear explora um novo sistema solar.

Foto de STEPHAN MARTINIERE
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 15 de jun. de 2023, 10:05 BRT

O estudo de cometas e asteroides permitiu que a ciência investigasse as origens do Universo, alimentando a busca humana para descobrir o que desencadeou o Big Bang, afirmam os astrônomos da Agência Espacial Europeia (ESA). Entretanto, distinguir asteroides de cometas é uma tarefa difícil porque "não há uma fronteira clara entre os dois corpos", argumenta a agência. 

Para conhecer suas diferenças, é necessário inicialmente identificar os dois corpos: 

  • Cometas: são objetos ricos em material volátil (processos físicos e químicos que ocorreram nos estágios iniciais da evolução do Sistema Solar) que se formaram a grandes distâncias do Sol e, desde então, são preservados em baixas temperaturas, orbitando em diferentes trajetórias;
  • Asteroides: são rochas espaciais de formato irregular espalhadas pelo Sistema Solar e são classificadas de acordo com seu tamanho e composição química. Os mais comuns (80% do total), de acordo com a ESA, são os asteroides do tipo C, feitos de moléculas de carbono e outros metais comuns. 

(Talvez você se interesse por: Planeta é devorado por estrela semelhante ao Sol

Como distinguir um asteroide de um cometa

As principais diferenças entre cometas e asteroides, de acordo com a ESA, são: 

1. Os asteroides podem ser cometas mortos

Os cometas de curto período (órbitas solares de menos de 200 anos, como o Cometa Halley, que orbita a Terra a cada 76 anos) podem se tornar asteroides quando consomem todos os seus componentes volatilizados após se aproximarem repetidamente do Sol. 

2. Composição e comportamento químico

A ESA argumenta que os cometas são frequentemente apelidados de "bolas de gelo sujas" devido à presença de gelo e outros elementos congelados em seus núcleos, enquanto os asteroides são simplesmente "rochas no espaço". 

Cosmos: Cometa Halley
O astrofísico Neil deGrasse fala da dinâmica do Cometa Halley no Sistema Solar.

3. Cometas possuem cauda 

A composição química dos cometas permite que eles se aqueçam e sublimem as substâncias que são abundantes neles (uma transição do estado sólido para o gasoso), gerando uma cauda ou bólido ao se aproximar do Sol. As chuvas de meteoros são causadas por detritos do cometa que, ao se aproximar da Terra, passam pela atmosfera e se queimam até desaparecer. Essa ação não ocorre na presença de asteroides nas proximidades do Sol. 

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados