A aranha de um viveiro norte-americano, vista aqui, é frequentemente confundida com uma aranha-lobo. Recentemente, houve ...

Conheça mitos e verdades sobre aranhas, segundo especialistas

As aranhas não são atraídas por seu creme corporal e não rastejam em sua boca à noite. Na verdade, elas não querem nada com você. Saiba mais sobre as aranhas desvendando alguns mitos.

A aranha de um viveiro norte-americano, vista aqui, é frequentemente confundida com uma aranha-lobo. Recentemente, houve rumores de que essa espécie era atraída por um determinado creme para o corpo. Esse é o mais recente de séculos de mitos sobre aranhas.

Foto de Isabella Betancourt
Por Sofia Quaglia
Publicado 31 de jan. de 2024, 08:00 BRT

Com centenas de anos de mitos sem fundamento científico para nos abastecer de informações erradas, não é de se admirar que cerca de 6% das pessoas tenham fobia de aracnídeos. O boato de que um creme corporal supostamente contém feromônios que atraem aranhas-lobo é apenas o mais recente nas redes sociais.

As aranhas são criaturas incrivelmente diversas e engenhosas, com muitas características que merecem ser admiradas. Nenhuma dessas características, no entanto, envolve a capacidade de rastejar para dentro da sua boca enquanto você dorme, colocar ovos dentro de alimentos ou entrar em sua casa pelos ralos. Esses são só alguns exemplos de mitos criados sobre as aranhas – e que, infelizmente, muita gente acredita.

De acordo com Rod Crawford, especialista em aranhas e curador de aracnologia do The Burke Museum, em Seattle, nos Estados Unidos, muito do que é comumente divulgado sobre esses invertebrados de oito patas é um equívoco. "Tudo o que você achava que sabia sobre aranhas está errado", diz Crawford.

As aranhas saltadoras (da família Salticidae) geralmente se movimentam da maneira esperada, embora possam saltar enquanto ...

As aranhas saltadoras (da família Salticidae) geralmente se movimentam da maneira esperada, embora possam saltar enquanto caçam ou enfrentam ameaças.

Foto de Isabella Betancourt
As aranhas caranguejeiras terrestres preferem caçar perto do chão (em vez de capturar a presa em ...

As aranhas caranguejeiras terrestres preferem caçar perto do chão (em vez de capturar a presa em uma teia).

Foto de Isabella Betancourt

Primeiro, elas não são insetos. As aranhas pertencem a uma classe completamente diferente chamada "Arachnida". Os aracnídeos e os insetos diferem tanto quanto os pássaros e os peixes, explica Crawford.

Apesar de sua má reputação (perpetuada principalmente por mitos), as aranhas são “engenheiras” fenomenais de ecossistemas e são responsáveis por manter centenas de milhares de insetos e pragas agrícolas sob controle. Estudos mostram que, em alguns ecossistemas, mais de 40% de toda a biomassa de insetos passa pelas aranhas, o que as torna as principais controladoras das populações de insetos.

"Suponha que algum mágico aracnofóbico pudesse agitar uma varinha mágica e fazer com que todas as aranhas desaparecessem", diz Crawford. "Essa seria a maior catástrofe ecológica que já aconteceu." Dar a elas o devido agradecimento começa com a correção dos rumores pouco lisonjeiros que as cercam.

Mito: as aranhas querem nos picar

maioria das pessoas nunca será picada por uma aranha em toda sua vida. Isso ocorre porque as aranhas não estão interessadas em interagir com os seres humanos. Das mais de 50 mil espécies que circulam pelo planeta, pouquíssimas entram em contato conosco. Elas não são sugadoras de sangue – como os mosquitoscarrapatos ou percevejos – e, portanto, não nos procuram.

Embora seja comum acordar com pequenos inchaços e feridas na pele e culpar uma aranha, quase sempre não há motivo para acreditar que uma aranha seja responsável pela picada, diz Dimitar Stefanov Dimitrov, especialista em evolução de aranhas do Museu Universitário de Bergen, na Noruega. As duas pequenas presas da maioria das aranhas usadas para morder mal deixariam uma marca grande o suficiente para ser identificada. "A maioria das picadas que as pessoas acham que são picadas de aranha provavelmente não são", diz Dimitrov.

Essa aranha-aranha (cujo nome vem de seu alimento favorito, piolhos) está encolhida com as pernas em ...

Essa aranha-aranha (cujo nome vem de seu alimento favorito, piolhos) está encolhida com as pernas em volta da cabeça.

Foto de Isabella Betancourt

Mito: sempre engolimos algumas aranhas enquanto dormimos

Ao longo dos anos, vários fórunsredes sociaispublicações online em geral afirmaram erroneamente que engolimos até oito aranhas durante o sono todos os anos. Não há nenhum estudo comprovado, foto, espécime coletado, registro médico ou observação comprovada de uma aranha rastejando ou tentando rastejar para dentro da boca de uma pessoa, de acordo com Crawford.

As aranhas não querem ter nada com nossas bocas malcheirosas, fumegantes e ofegantes, abertas para respirar pesadamente e roncar enquanto dormimos. "Uma aranha não se sentirá atraída por isso de forma alguma", afirma Crawford. "A corrente de ar vai perturbar os pequenos pelos sensoriais que estão por todo o seu corpo."

Mito: as aranhas põem ovos nas bananas e em outras frutas

As aranhas podem, ocasionalmente, ser encontradas em armazéns de processamento de bananas e em carregamentos de bananas, rastejando para fora das caixas em que a fruta viajou. Isso se deve ao fato de que um pacote de bananas, uvas ou outras frutas agrupadas pode ser um bom lugar para esconder seus ovos minúsculos, aninhados entre as frutas e protegidos de intempéries e predadores.

Na verdade, eles estariam visíveis e fora da frutanão dentro dela. Nenhuma aranha está fazendo um buraco dentro da fruta e colocando seus ovos lá, diz Dimitrov. Também é improvável que as aranhas façam um buraco em um cacto e coloquem ovos dentro dele – como sugere outra lenda urbana –, muito menos que o façam inchar, tremer e explodir com milhares de aranhas quando os ovos eclodirem.

Embora existam aranhas escavadoras – que escavam casas dentro da terra, por exemplo – elas não conseguem perfurar algo tão resistente como frutas ou plantas.

Uma aranha de saco amarelo, que é uma espécie doméstica comum, repousa sobre uma laranja sanguínea.

Uma aranha de saco amarelo, que é uma espécie doméstica comum, repousa sobre uma laranja sanguínea.

Foto de Isabella Betancourt

Mito: as aranhas podem botar ovos sob a pele e em outras fendas do corpo

A história é a seguinte: uma mulher volta de férias em um local quente e exótico e encontra um inchaço na bochecha que está pulsando e crescendo. Preocupada, ela vai ao médico e, quando o especialista abre o vergão, centenas de pequenas aranhas saem de lá.

Isso nunca aconteceu. Essa é uma das lendas urbanas mais comuns, de acordo com Crawford, e provavelmente foi criada a partir de um conto alemão da década de 1840, em que um furúnculo na bochecha de uma mulher se abre com aranhas... porque ela fez um pacto com o Diabo.

maioria das aranhas não teria os meios ou o interesse de se enterrar na carne humana grossa e colocar seus ovos lá, diz Crawford, e no caso raro de uma aranha morder um ser humano, ela injetaria veneno com suas presas minúsculas, não colocaria ovos.

Mito: no frio, as aranhas entram nas casas pelos ralos e esgotos

Algumas aranhas evoluíram para viver fora e outras para viver dentro de casa. Na maioria dos casos, essas espécies diferentes nunca se encontrarão. Embora possam entrar acidentalmente, as aranhas de ambientes externos que já vivem em climas frios não têm interesse em encontrar refúgio em nossas casas aconchegantes.

"Cerca de 95% das aranhas que você vê dentro de casa sempre estiveram dentro de casa, foi lá que nasceram, foi lá que cresceram", explica Crawford. "Elas pertencem a um pequeno número de espécies que vivem em torno de edifícios construídos pelo homem desde que começaram a ter construções humanas." É por isso que encontrar uma aranha em sua residência e tentar libertá-la na natureza é contraproducente.

As aranhas-lobo não tecem teias e geralmente caçam sozinhas, esperando por uma emboscada ou perseguindo a ...

As aranhas-lobo não tecem teias e geralmente caçam sozinhas, esperando por uma emboscada ou perseguindo a presa por uma curta distância.

Foto de Isabella Betancourt

Esse também é o motivo pelo qual as aranhas não estão subindo por canos e ralos para se mudarem conosco. Se você encontrar uma aranha na banheira ou perto da pia, provavelmente é uma aranha doméstica tentando beber água, diz Crawford, já que as fontes de água dentro de casa são poucas e distantes entre si. A aranha já estava vivendo em sua casa e estava rastejando em direção ao ralo. Além disso, a maioria dos encanamentos tem uma seção de retenção de sedimentos constantemente repleta de água que a maioria das aranhas não seria capaz de percorrer.

Da próxima vez que você vir uma aranha em sua casa, lembre-se de que ela está mais próxima de um colega de quarto do que de um intruso. Além disso, elas provavelmente são uma presença útil no ecossistema de sua casa.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados