Entenda o que é a política de Covid-zero da China

O termo está ligado às medidas restritivas que visam conter o novo surto de Covid-19 no país asiático.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 30 de nov. de 2022 08:00 BRT
Um voluntário desinfeta um carro que entra na estação ferroviária de alta velocidade de Yongkang, Zhejiang, ...

Um voluntário desinfeta um carro que entra na estação ferroviária de alta velocidade de Yongkang, Zhejiang, China (2020).

Foto de ROBAN WANG

A China voltou a implementar um dos protocolos mais rigorosos de combate à Covid do mundo no último mês de novembro. Desde o início da pandemia do Sars-Cov-2, que começou na província chinesa de Wuhan em 2020, o país manteve uma dinâmica de tentar manter os casos o mais próximo possível de zero.

No entanto, recentemente, a China teve seu primeiro pico de mortes por Covid-19 em seis meses, com 320 mortos no último mês, segundo a Universidade Johns Hopkins (Estados Unidos). Por conta disso, o governo chinês implementou a chamada política de Covid-zero.

De acordo com agências de notícias internacionais que cobrem diretamente os eventos no país asiático, as medidas incluem:

  • A imposição de rígidas medidas de lockdown pelas autoridades, mesmo que somente poucos casos de Covid sejam registrados;
  • A realização de testes em massa nos locais onde casos foram relatados;
  • O isolamento de pessoas com Covid em casa ou que são colocadas em quarentena em instalações governamentais;
  • O fechamento de empresas e escolas nas áreas de confinamento. Nestes casos, até os comércio são fechados, com exceção dos que vendem alimentos;
  • Os lockdowns duram até que nenhuma nova infecção seja encontrada.

Um médico mede a temperatura de um motorista quando ele entra em Yongkang, Zhejiang, China (2020).

Foto de ROBAN WANG

De acordo com o governo chinês, segundo nota da embaixada chinesa na África do Sul divulgada em seu site oficial, a dinâmica de Covid-zero é essencial para a China e para a proteção da população. 

“Diante da pandemia devastadora, a China deu prioridade máxima à proteção da vida e da saúde da população. A estratégia de Covid-zero protege a vida das pessoas”, escreveu o general Fei Mingxing, embaixador chinês na África do Sul. 

Quantos casos de Covid há na China?

Desde janeiro de 2020 até o final de 2022, cerca de 1,5 milhão de casos foram relatados na China, com mais de 5 mil mortes, de acordo com o Our World in Data, um projeto da Universidade de Oxford (Reino Unido) que rastreia casos de coronavírus no mundo

As restrições de circulação e medidas de isolamento da China, que fazem parte da política Covid-zero em vigor com mais ou menos força em diversas partes do país, têm levado a um descontentamento generalizado da população.

Protestos contra as regras e restrições tomaram conta das ruas de diversas cidades chinesas, incluindo Shenzhen, uma cidade de 17,5 milhões de pessoas, e Xangai, com 26 milhões de habitantes e um importante centro industrial, comercial e financeiro.

Manifestantes exigem que as regras sejam relaxadas, apesar do aumento de casos no país, ligados à circulação de novas variantes.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Ciência
Covid-19: qual é a nova cepa que gera aumento de casos no Brasil
Ciência
A Covid-19 pode arruinar o sono das pessoas?
Ciência
Covid-19: Quem deve tomar novo reforço contra a variante Ômicron?
Ciência
Covid-19: Qual o papel do mercado úmido de Wuhan, na China, no início da pandemia?
Ciência
Como microcoágulos podem ajudar a revelar mistérios da Covid longa?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados