O que é o Sistema Solar e como ele é composto?

Segundo a Nasa, acredita-se que o Sistema Solar tenha mais de 4 bilhões de anos.

Composição de imagens do caminho de Vênus pelo Sol tiradas em 2012 pelo Solar Dynamics Observatory da NASA.

Foto de NASA SDO
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 18 de out. de 2022 15:18 BRT

O nome “sistema solar” faz referência ao Sol e aos elementos que o orbitam. Localizado em um braço externo da Via Láctea, o sistema abriga mais do que a Terra e os demais planetas mais conhecidos. 

Como o sistema solar foi formado

Segundo a Nasa, acredita-se que o sistema se formou a partir de uma única nuvem plana de gás. Outra teoria, de acordo com a agência espacial, diz que ele se formou quando um grande objeto passou perto do Sol, empurrando uma corrente de gás para longe da estrela. Essa teoria explica que os planetas surgiram a partir dessa corrente de gás.

Independente de como ele surgiu, a Nasa estima que o sistema solar exista há mais de 4 bilhões de anos. O Sol está ao centro da organização de elementos, que tem a forma elíptica (oval), e é o maior objeto espacial do sistema, representando 99% da massa total. 

(Relacionado: Vinte vezes mais pesada que o Sol, estrela colossal pode estar prestes a explodir)

É o seu tamanho que faz com que o Sol gere uma tremenda atração gravitacional nos outros elementos do sistema, fazendo com que estes orbitem ao redor dele.

Concepção artística do planeta anão Ceres, localizado no cinturão principal de asteroides, entre as órbitas de Marte e Júpiter.

Foto de ESA ATG medialab

Quais planetas estão no sistema solar

Além dos grandes planetas, que são Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno – além da Terra – o sistema solar também é composto pelos satélites naturais que, além de orbitarem o Sol, também rodeiam os próprios planetas. O mais conhecido entre os satélites é a Lua, que orbita a Terra. 

Há também os chamados planetas anões, como Plutão, que está localizado na região do sistema conhecida como Cinturão de Kuiper, além da órbita de Netuno. Fora Plutão, a região de Kuiper também abriga os planetas anões Makemake e Haumea. Outros dois planetas anões – Eris e Ceres – complementam a lista.

 

Você pode se interessar pelo próximo vídeo:

101| Terra
Saiba mais sobre como se formou o nosso incrível e fascinante planeta.

O que mais forma o sistema solar

Entre os outros objetos que compõem o sistema solar estão os asteroides (objetos espaciais rochosos que podem ter quilômetros de diâmetro) e os meteoróides (pedaços pequenos de matéria, parecidos com pedra ou metal). Esses elementos podem ser encontrados, por exemplo, no Cinturão de Asteroides, uma região entre as órbitas de Marte e Júpiter

Por fim, os cometas, corpos de gelo, poeira e gás viajando a milhares de quilômetros por hora pelo espaço também mantêm sua própria órbita ao redor do Sol. Segundo a Nasa, acredita-se que haja mais de 100 bilhões de cometas no sistema solar. 

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Espaço
Eventos astronômicos de setembro de 2022: quando é o equinócio
Espaço
Oposição dos planetas: o que é e quando o fenômeno pode ser observado no céu?
Espaço
A Terra possui duas outras “luas” escondidas
Espaço
Mais distante que Plutão, corpo de gelo recém-identificado é pista para misterioso Planeta X
Espaço
Chuva cai dos anéis de Saturno — e acaba atingindo uma cambaleante espaçonave

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados