Para além do Cristo Redentor: conheça 5 monumentos históricos importantes do Brasil

De norte a sul do país, todas as regiões possuem construções de diferentes estilos e períodos da história que são marcantes. National Geographic listou alguns deles.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 24 de jul. de 2023, 07:00 BRT
Vista aérea do Cristo Redentor, que fica localizado no topo do Pão de Açúcar, no Rio ...

Vista aérea do Cristo Redentor, que fica localizado no topo do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro.

Foto de Charles Allmon

Se você perguntar a qualquer pessoa qual o monumento histórico mais famoso do Brasil, é bem provável que se escute “Cristo Redentor” como resposta.

De fato, o Cristo Redentor é um símbolo nacional, um grande atrativo turístico e tem uma importância inegável desde a sua inauguração, em 1931. No entanto, o país possui também outros monumentos e construções de grande valor histórico, cultural e artístico. 

Por isso mesmo, a National Geographic separou cinco deles, cada um de uma região diferente do país, comprovando que pela extensão territorial e pela pluralidade de culturas do Brasil, ainda há muito a ser conhecido. Confira a lista.

1. Monumento às Bandeiras, em São Paulo (SP)

Monumento às Bandeiras, localizado na Praça Armando de Salles Oliveira, na região sul da cidade de São Paulo.

Foto de Cecilia Bastos Jornal da USP

A obra do icônico escultor Victor Brecheret, localizada diante do Parque do Ibirapuera, na cidade de São Paulo, é uma representação dos bandeirantes que desbravaram o Brasil no período colonial. 

A escultura tem 240 blocos de granito com cerca de 50 toneladas cada. Sua altura é de 12 metros, enquanto a largura chega a 15 metros, informa o site oficial do Governo do Estado de São Paulo.

O Monumento às Bandeiras foi encomendado em 1921 (às vésperas da comemoração dos 100 anos de Independência do Brasil), mas só foi inaugurado em 1953, como parte do aniversário da cidade de São Paulo.

Conforme explicado em matéria da National Geographic de janeiro de 2023, os bandeirantes são historicamente ligados ao crescimento territorial do Brasil, criando-se, no decorrer dos anos, uma visão heroica e idealizada em torno de sua imagem.

Atualmente, esse suposto “heroísmo” tem sido questionado, já que os bandeirantes estiveram envolvidos na escravização de pessoas negras e indígenas, além de outros atos de violência. 

2. Teatro Amazonas, em Manaus (AM)

O Teatro Amazonas foi inaugurado em 1896 como símbolo máximo da região norte durante a época do Ciclo da Borracha.

Foto de Marcelo Camargo Agência Brasil

Os monumentos importantes do Brasil, não se restringem, no entanto, apenas a esculturas e estátuas.

Na concepção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão governamental destinado à proteção e ao tombamento de prédios de valor histórico e cultural, o termo é mais abrangente. 

De acordo com a definição do Iphan, os monumentos históricos brasileiros importantes abrangem também “obras arquitetônicas, de escultura ou de pintura monumentais; elementos ou estruturas de natureza arqueológica, inscrições de valor excepcional do ponto de vista da história, da arte ou da ciência”.

No Norte do Brasil, por exemplo, um dos destaques é o Teatro Amazonas, localizado na capital Manaus (AM), e inaugurado em 1896 como símbolo máximo da região durante o Ciclo da Borracha.

 “O estilo arquitetônico é renascentista, com detalhes ecléticos. Na área externa, a famosa cúpula chama a atenção pela exuberância, composta por 36 mil peças nas cores da bandeira brasileira, importadas da Alsácia, na França. A maior parte do material usado na construção do teatro foi importada da Europa”, explica o site da Secretaria de Cultura do Governo do Amazonas sobre a construção. 

Em 1966, o Teatro Amazonas foi tombado como patrimônio histórico pelo Iphan.

3. Ruínas de São Miguel das Missões (RS)

As Ruínas de São Miguel das Missões são uma espécie de povoado, chamado de “redução”, administrado por padres jesuítas para abrigar e “catequizar” indígenas guaranis. 

Trata-se de um vestígio do período das Missões Jesuíticas Guaranis dos séculos 17 e 18, como informa o site do Ministério do Turismo.

Ainda segundo o órgão do governo brasileiro, as ruínas integram um sítio arqueológico e são reconhecidas como patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

No local, há também um museu e, durante a noite, shows de luzes encantam os visitantes. 

As Ruínas de São Miguel das Missões estão localizadas próximo à fronteira do Brasil com a Argentina, a 476 quilômetros de distância de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

4. Elevador Lacerda, em Salvador (BA)

O Elevador Lacerda começou a ser construído em 1869 com peças de aço importadas da Inglaterra. Após a sua inauguração, transformou-se no principal meio de transporte entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa (duas áreas diferentes da capital baiana, Salvador). 

“Ao longo de sua história, passou por quatro grandes reformas e revisões, sendo que na segunda, em 1930, foram adicionados mais dois elevadores e uma nova torre que conferiu a atual arquitetura em estilo art déco”, explica o Iphan.

Mais do que um simples meio de transporte, trata-se de um cartão-postal que oferece uma visão privilegiada da capital baiana e atrai muitos turistas. O Elevador Lacerda é  reconhecido como monumento pelo Iphan e foi tombado como patrimônio histórico em 2006. 

5. Catedral Metropolitana de Brasília (DF)

A construção assinada por Oscar Niemeyer tem uma cúpula com uma cruz metálica no topo e esculturas dos quatro evangelistas – João, Lucas, Marcos e Mateus.

Foto de José Cruz Agência Brasil

A Catedral Metropolitana de Brasília foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada em 1970. 

Toda a sua estrutura chama a atenção do visitante, da parte interna à externa, por ser bastante diferente da maioria das igrejas existentes no Brasil e no mundo.

Internamente, destaca-se o vitral da artista Marianne Peretti e a presença de três esculturas suspensas por cabos de aço que representam anjos, segundo o Iphan, que também traz a catedral entre os patrimônios tombados.

Do lado de fora há uma cúpula com uma cruz metálica no topo e esculturas dos quatro evangelistas João, Lucas, Marcos e Mateus.

Além de seu simbolismo religioso, a Catedral de Brasília é vista como um grande exemplar da arquitetura moderna brasileira.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados