Qual é a origem da árvore de Natal?

O costume popular de decorar uma árvore em dezembro é antigo e pode ter surgido na Europa.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 5 de dez. de 2023, 12:00 BRT
Todos os anos, milhares de pessoas em todo o mundo decoram suas árvores para comemorar o ...

Todos os anos, milhares de pessoas em todo o mundo decoram suas árvores para comemorar o Natal.

Foto de Gerd Ludwig

Natal tem diversas tradições típicas e  ao mesmo tempo diferentes em cada canto do mundo, mas uma delas tem um lugar de destaque: a árvore de Natal decorada. Seja uma árvore natural plantada em um vaso ou uma opção artificial de plástico, esse objeto que reúne várias luzes, bolas, estrelas e fitas brilhantes ocupa um lugar de destaque nos lares durante a época festiva. Mas como a tradição da árvore de Natal surgiu?

origem da árvore de Natal é incerta e há diferentes histórias sobre ela, como explica um artigo da National Geographic Estados Unidos intitulado “Why do we have Christmas trees?” (‘Por que temos árvores de Natal?’, em tradução livre para o português).

A Europa é o berço da árvore de Natal?

De acordo com o artigo, os pinheiros têm recebido uma decoração especial nessa época do ano desde os tempos antigos, como parte das celebrações pagãs do solstício de inverno. Essas plantas decoradas significavam a vitória da vida e da luz sobre a morte e a escuridão.

No entanto, não há consenso sobre a hora e o local exatos em que essas tradições pagãs se espalharam para o resto do mundo. O que se sabe é que as origens da árvore de Natal moderna podem ser rastreadas até regiões com muitas florestas, especialmente no norte da Europa.

Letônia e a Estônia, em particular, afirmam ter sido o local de nascimento da primeira árvore de Natal. Na Letônia, a tradição remonta a 1510, quando uma associação de comerciantes chamada House of the Black Heads desfilou com uma árvore pela cidade, decorou-a e depois a queimou. A Estônia, por sua vez, afirma que há evidências de um festival semelhante organizado pleo mesmo grupo em sua capital, Talim, em 1441.

No entanto, os historiadores lançaram dúvidas sobre ambas as alegações e, especialmente, sobre o fato de que tais celebrações estavam ligadas às festividades de Natal.

A origem da árvore de Natal pode ter sido na Alemanha

Em outra vertente histórica, a árvore de Natal pode ter se originado na Alemanha. A Encyclopaedia Britannica (plataforma de conhecimento do Reino Unido) relata que, por volta do ano 723 d.C, o missionário inglês São Bonifácio encontrou pagãos na Alemanha preparando um sacrifício em uma árvore de carvalho dedicado ao deus Thor, da mitologia nórdica

Bonifácio, então, enfiou um machado na árvore e, como não foi atingido por seu deus, proclamou que as árvores que tivessem folhas resistentes seriam chamadas de "árvore sagrada".

As árvores artificiais começaram a ser criadas na década de 1880, pelos alemães. Árvore de Natal no Parque Villa-Lobos, Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

Foto de Rovena Rosa Agência Brasil

Segundo a enciclopédia, a partir de então, as árvores sempre-vivas (que mantém sua coloração mesmo depois de colhidas), como os pinheiros, passaram a fazer parte dos rituais cristãos na Alemanha. Mas, na Idade Média, começaram a criar "árvores paradisíacas" que pretendiam representar o Jardim do Éden, em que as maçãs eram penduradas nelas e exibidas nas casas em 24 de dezembro, durante o festival religioso de Adão e Eva. 

Posteriormente, conforme explica a Britannica, no século 16Martinho Lutero pendurou pela primeira vez velas acesas em uma árvore (as luzes elétricas de hoje foram inventadas apenas em 1882) e as "árvores paradisíacas" evoluíram para árvores de Natal, que se tornaram uma tradição firmemente estabelecida na Alemanha.

Com a emigração, essa decoração de árvores naturais foi para outros países, especialmente para a Inglaterra. Lá, o Príncipe Albert (de origem alemã) e sua esposa, a Rainha Vitória da Grã-Bretanha, popularizaram a tradição entre os britânicos. O “boom” ocorreu depois que o Illustrated London News, em 1848, publicou uma ilustração da família real reunida em torno de uma árvore de Natal decorada.

Por fim, os colonizadores introduziram as árvores de Natal nos Estados Unidos. No início, o costume não foi bem recebido por causa de suas raízes pagãs, mas gradualmente (especialmente no final do século 19) ganhou popularidade em diferentes partes do mundo.

Qual é a origem das árvores de Natal artificiais?

À medida que as árvores de Natal se tornaram populares em todo o mundo, a tradição começou a ter um impacto prejudicial sobre as florestas, especialmente na Alemanha. Como resultado, a enciclopédia relata que, na década de 1880, os alemães começaram a fazer árvores artificiais com penas de ganso.

Com o passar do tempo, essas penas foram substituídas por outros materiais, até que o plástico se tornou o material mais usado para árvores de Natal artificiais.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados