Qual é a origem do Natal segundo a História

O dia 25 de dezembro é especial para a humanidade há centenas de anos e já passou por várias ressignificações.

A praça central de Khanty-Mansiysk efeitada com estátuas de gelo e uma árvore de Natal, que são iluminadas durante o Natal. Sibéria, Rússia.

Foto de Gerd Ludwig
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 23 de dez. de 2022 12:00 BRT

O Natal é uma festa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo. Entretanto, segundo a Enciclopédia Britannica, a origem da celebração junta mais elementos do que apenas o aniversário do profeta mais importante do cristianismo.

Como o Natal começou

De acordo com a Enciclopédia, a origem precisa da atribuição do dia 25 de dezembro como data de nascimento de Jesus não é clara. Isso porque não há pistas sobre isso no Novo Testamento da Bíblia católica. 

(Relacionado: O que é o Advento e como ele é celebrado?)

Uma explicação generalizada da origem desta data é que em 25 de dezembro ocorreu a cristianização do dies solis invicti nati (dia do nascimento do sol não conquistado), informa a Britannica. O feriado era popular no Império Romano e celebrava o solstício de inverno (no Hemisfério Norte) como símbolo do ressurgimento do sol, ao mesmo tempo em que marcava também o início do inverno e o anúncio do renascimento da primavera e do verão.

Um cartão de Natal vintage com Krampus como motorista de São Nicolau.

Arte de Sem crédito

A data só foi relacionada com o nascimento de Cristo por volta de 221 d.C, sendo difundida por Sextus Julius Africanus, um viajante e historiador cristão do final do século 2 e início do 3, tornando-se, assim, universalmente popular nos séculos seguintes. 

Mas a relação com o festival pagão romano ainda existia. Depois de a data de 25 de dezembro ter se tornado amplamente aceita como aquela do nascimento de Jesus, os escritores cristãos da época frequentemente conectavam o renascimento do sol ao nascimento do “filho de Deus”. 

Ainda de acordo com a Enciclopédia, esta visão sugere uma posição indiferente por parte da Igreja Católica de se apropriar de uma festa pagã em um momento no qual ela tinha a intenção de se distinguir categoricamente das crenças e práticas pagãs.

Uma segunda visão, diz a Britannica, sugere que a data do nascimento de Jesus acabou sendo o dia 25 por um raciocínio que identificou o equinócio da primavera (21 de março) como a data da criação do mundo. 

De acordo com as escrituras cristãs, esse processo teria durado sete dias. Assim sendo, o quarto dia da criação, quando a luz foi criada, seria o dia da concepção de Jesus (ou seja, 25 de março). Portanto, 25 de dezembro, nove meses depois, faz sentido que sej a data de seu nascimento. 

(Veja também: Festas de fim de ano: dicas para aproveitar as celebrações de forma mais sustentável)

O Natal começou a ser amplamente celebrado como uma liturgia cristã específica a partir do século 9. No entanto, diz a Enciclopédia, foi no início do século 20 que a celebração passou a ser também um feriado familiar, sendo comemorada tanto por cristãos quanto por não-cristãos, e perdendo os elementos religiosos para ser mais caracterizada pela troca de presentes. 

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

História
Qual é a origem da história dos Reis Magos
História
O que é otaku? Saiba o significado e a origem desta cultura
História
Qual é a origem da humanidade segundo a ciência
História
Por que as pessoas acendem velas no Hanukkah?
História
O que é canibalismo?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados