Explore o mundo como Indiana Jones nestes 11 destinos

De Petra (Jordânia) a Glasgow (Escócia), passando por alguns locais de filmagem incríveis, o arqueólogo favorito de Hollywood inspirou uma geração de aventureiros.

Um caminho de paralelepípedos bem preservado indica o caminho para Petra, na Jordânia, Patrimônio Mundial da Unesco apresentado no filme Indiana Jones e a Última Cruzada, de 1989.

Foto de Stephen Álvarez Nat Geo Image Collection
Por Simon Ingram
Publicado 29 de jun. de 2023, 14:18 BRT

A frase que talvez melhor resuma Indiana Jones foi proferida na metade do filme Os Caçadores da Arca Perdida, de 1981. Ferido, machucado e cansado, o arqueólogo e aventureiro diz: "Não são os anos... É a quilometragem".

Cinco filmes e 42 anos depois, essa quilometragem se acumulou. Além dos chapéus de feltro e de Harrison Ford, uma das marcas visuais icônicas da franquia é o mapa: uma linha vermelha que se move pelos mares e continentes à medida que o Dr. Jones escava, tem romances e percorre o mundo de barco, avião, bicicleta ou submarino.

O mais recente lançamento cinematográfico do personagem, Indiana Jones e o Chamado do Destino, está agora pronto para inspirar uma nova geração de aventureiros – isto é, se os episódios anteriores servirem de referência. "Você pode imaginar como as coisas seriam menos maravilhosas se você não sentisse que existe um mundo de aventuras e descobertas além do seu prédio ou das ruas da sua cidade?", questiona Albert Lin, explorador da National Geographic, cientista e apresentador do programa Lost Cities with Albert Lin. "Quando eu era criança e estava crescendo com Indiana Jones, eu via esses mundos diferentes. E esses lugares realmente existem. Há uma cidade construída nas paredes de um penhasco na Jordânia. Há múmias nas montanhas do Peru. Há câmaras sob o deserto no Egito”.

Mas alguns dos locais (na verdade, a maioria) da série de cinco filmes não estão exatamente onde aparecem. A política, a logística e as complicações das filmagens exigiram uma pesquisa inovadora de locais. O resultado é uma trilha de destinos muitas vezes improváveis ao redor do mundo.

Os Caçadores da Arca Perdida (1981)

As "selvas do Peru" foram, na verdade, filmadas em solo americano, em Kauai, no Havaí. A montanha Kalalea proporcionou a primeira cena do drama. Outras locações em torno do Refúgio Nacional de Vida Selvagem Huleia e do histórico Rancho Kipu, perto de Puhi, representaram o território dos guerreiros Chachapoyan.

Dramáticos penhascos de esmeralda cercam Kauai, a quarta maior ilha do Havaí. Muitas vezes chamada de ...

Dramáticos penhascos de esmeralda cercam Kauai, a quarta maior ilha do Havaí. Muitas vezes chamada de "Ilha Jardim", Kauai tem uma natureza exuberante e intocada que é melhor explorada por meio de trilhas para caminhadas e passeios de barco.

Foto de Frans Lanting Nat Geo Image Collection

As cenas de rua egípcias, incluindo a famosa luta de espadas, foram filmadas na cidade tunisiana de Kairouan ("pequeno Cairo"), famosa por sua fabricação de tapetes e mesquita histórica. O Obi Wan Club (uma referência à outra franquia da Lucasfilm) não ficava em Xangai, como anunciado, nem em um estúdio. As ruas repletas de neon da cena de abertura do segundo filme do Dr. Jones estavam, na verdade, em Macau, a ilha frequentemente chamada de "Las Vegas da Ásia". Resplandecente com uma arquitetura extravagante e uma cultura de jogo deslumbrante, Macau tornou-se uma Região Administrativa Especial da China em 1999, depois de quase 500 anos como colônia portuguesa.

Embora ambientado na Índia, Indiana Jones e o Templo da Perdição transferiu a produção para o Sri Lanka devido à sensibilidade em relação a possíveis estereótipos culturais (uma crítica apoiada pelos espectadores modernos). Uma plantação de chá perto da cidade de Kandy, no centro da nação insular, foi transformada na vila rural retratada no filme, que desde então se tornou o local do Ceylon Tea Museum. A cena de clímax da ponte de corda foi filmada perto da represa Victoria, no rio Mahaweli, um lugar que hoje em dia está longe de ser conhecido. 

As pessoas passam pela praça em frente à Igreja de São Domingos, templo do século 16 ...

As pessoas passam pela praça em frente à Igreja de São Domingos, templo do século 16 fundado em Macau por padres dominicanos. A igreja e a praça formam o centro histórico de Macau, um Patrimônio Mundial da Unesco desde 2005.

Foto de Jordi Busque Nat Geo Image Collection

Indiana Jones e a Última Cruzada (1989)

Visto pela primeira vez, como no filme, através do Siq, um desfiladeiro de arenito, o reluzente Al-Khazneh (O Tesouro) na antiga cidade rochosa de Petra, na Jordânia, exala majestade e mistério. Os historiadores acreditam que esse triunfo arquitetônico de 2000 anos de idade, esculpido em um penhasco, tem ligações com as verdadeiras Cruzadas, onde pode ter sido usado como um posto avançado no século 12. Mas além do portão não há nenhuma câmara abobadada, como no filme. Tudo o que você verá é um cômodo modesto e vazio de função incerta.

Para retratar o Oriente Médio, o sul da Espanha tinha a infraestrutura e a estética árida que a equipe de produção precisava para algumas sequências de ação importantes. As locações incluem a praia de Cala De Monsul e o espetacular Deserto de Tabernas, um deserto dramático que abriga tarântulas, corujas e ouriços do norte da África. A região também foi famosa por ter sido usada em dezenas de filmes de faroeste na década de 1960. Um cenário de faroeste preservado chamado Fort Bravo é agora um parque temático surreal.

O crepúsculo cai sobre a ilha de San Giorgio Maggiore e sua igreja homônima do século ...

O crepúsculo cai sobre a ilha de San Giorgio Maggiore e sua igreja homônima do século 16 na lagoa de Veneza.

Foto de Alex Saberi Nat Geo Image Collection

Nenhum lugar pode retratar de forma convincente Veneza, a cidade mais distinta da Itália. Ao filmar no auge da temporada turística, em agosto, a equipe de produção obteve brevemente o controle do Grande Canal, das "7h às 13h, em um dia", lembrou o produtor Robert Watts, em 1999.

Mas se o prédio que esconde a entrada das catacumbas infestadas de ratos "não se parece muito com uma biblioteca", é porque não é. Trata-se da igreja de San Barnaba, no distrito de Dorsoduro. O local abriga o templo desde o século 9, com a distinta fachada neoclássica acrescentada por volta de 1776.

Gondoleiros navegam pelas águas do Grande Canal de Veneza ao pôr do sol. A via navegável ...

Gondoleiros navegam pelas águas do Grande Canal de Veneza ao pôr do sol. A via navegável notoriamente movimentada representou um desafio para a equipe de Indiana Jones e a Última Cruzada, que conseguiu filmar no local por apenas meio dia.

Foto de MATT PROPERT Nat Geo Image Collection

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008)

O local de trabalho do professor Jones é fragmentado em locais. Mas o ambiente saudável da faculdade que forma o pano de fundo da perseguição de motocicleta no início do quarto filme de Indiana Jones tem alguma autenticidade. "A Marshall College não é outra senão Yale, a histórica universidade da Ivy League em New Haven, Connecticut, EUA.

Uma das cidades mais antigas dos Estados Unidos, a capital cultural do estado da Nova Inglaterra tem um porto histórico, um próspero cenário de restaurantes e algumas instituições importantes, incluindo o Museu Peabody de História Natural e a venerável universidade. No filme, o pátio neogótico do Old Campus, que data de 1718, é apresentado.

Indiana Jones e o Chamado do Destino (2023)

No final da série, a arquitetura imponente da St. Vincent Street, em Glasgow, a maior cidade da Escócia, é convincentemente reproduzida para a Nova York de 1969, onde um desfile em homenagem ao pouso bem-sucedido da Apollo 11 na Lua percorre essa grande via.

Mais ao sul, a North Yorkshire Moors Railway da Inglaterra foi escolhida para uma cena de ação rápida em cima do trem. Outro lugar de destaque é a cidade medieval de Cefalù, na Sicília, cenário de uma cena importante de Indiana Jones e o Chamado do Destino. Lar de uma catedral do século 13, praias deslumbrantes e muitas diversões arqueológicas, a cidade se encaixa facilmente no filme.

Indiana Jones e o Chamado do Destino estará nos cinemas em 30 de junho.

Simon Ingram é um jornalista e autor radicado no Reino Unido. 

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados