Nipah: o que é o vírus potencialmente fatal detectado na Índia?

Não há medicamentos ou vacinas para tratar a doença, mas medidas preventivas podem ser tomadas para evitar a contaminação.

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 14 de set. de 2023, 12:55 BRT
Um pesquisador estuda um morcego que foi capturado em uma rede de neblina.

Um pesquisador estuda um morcego que foi capturado em uma rede de neblina.

Foto de Federico Rios

Recentemente, a Índia registrou novos casos de infecção pelo vírus Nipah, que pode causar complicações perigosas e ser potencialmente fatal ao levar a casos de encefalites e problemas respiratórios graves. 

O Departamento de Informações e Relações Públicas do governo de Kerala, o estado indiano onde os casos foram registrados, divulgou a notícia no último dia 12 de setembro.

Veena George, ministra de saúde de Kerala, declarou que é necessário manter a calma e tomar medidas preventivas. Mas o que é esse vírus e como ele é transmitido?

O que é a infecção pelo vírus Nipah?

A infecção pelo vírus Nipah é uma doença zoonótica (transmitida aos seres humanos por animais), embora também possa ser transmitida por alimentos contaminados ou diretamente de pessoa para pessoa, explica a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em pessoas infectadas, o Nipah causa uma série de problemas, desde infecção assintomática até doença respiratória aguda e encefalite fatal. O vírus também pode causar doenças graves em animais, como porcos.

De acordo com a organização, os morcegos frugívoros da família Pteropodidae, em particular as espécies pertencentes ao gênero Pteropus, são os hospedeiros naturais desse vírus. Aparentemente, ele não causa grandes problemas de saúde nesses animais.

Quais são os sintomas da infecção pelo vírus Nipah?

De acordo com a OMS, o período de incubação (intervalo entre a infecção e o início dos sintomas) varia de 4 a 14 dias, mas já foram registrados casos de até 45 dias.

A infecção em pessoas pode se apresentar desde de forma assintomática ou causar sintomas potencialmente graves.

Os indivíduos infectados inicialmente apresentam febre, dor de cabeça, mialgia (dor muscular), vômito e dor de garganta. Isso pode ser seguido por tontura, sonolência, alteração da consciência e sinais neurológicos que indicam encefalite aguda.

Algumas pessoas também podem apresentar pneumonia e problemas respiratórios graves, inclusive dificuldade respiratória aguda. A encefalite e as convulsões geralmente ocorrem em casos graves.

Como prevenir a infecção por Nipah

Atualmente, não há medicamentos ou vacinas contra a infecção pelo vírus Nipah, alerta a OMS 

No entanto, existem algumas medidas preventivas, como limpar e desinfetar os ambientes onde vivem os porcos, evitar contato físico desprotegido com pessoas infectadas e lavar as mãos. 

Há motivo para se preocupar com o vírus Nipah?

"Embora o vírus tenha provocado apenas alguns surtos conhecidos na Ásia, ele infecta uma grande variedade de animais e pode levar a sintomas graves e morte em humanos, o que o torna uma preocupação de saúde pública", diz a agência.

A taxa de mortalidade de casos de infecção pelo vírus Nipah é estimada em 40% a 75%, mas pode variar de um surto para outro, dependendo da vigilância e do manejo clínico nas áreas afetadas.

A maioria das pessoas se recupera totalmente, embora algumas fiquem com distúrbios neurológicos após a encefalite aguda. 

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados