O açaí é um fruto tipicamente brasileiro e usado na região Norte do país de diversas ...

Os 4 benefícios do açaí que você precisa conhecer

Essa pequena fruta amazônica além de poder ser usada de diversas formas, ainda faz bem à saúde. Descubra suas qualidades e aproveite para consumir mais açaí no dia a dia.

O açaí é um fruto tipicamente brasileiro e usado na região Norte do país de diversas maneiras distintas. 

Foto de Divulgação Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)
Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 3 de jan. de 2024, 11:55 BRT

Um creme gelado parecido com sorvete, um suco encorpado ou até como molho para pratos salgados, como é usado no Norte do Brasil – sua região de origem… Há variadas formas de se consumir o açaí, mas uma coisa é certa: ele faz bem à saúde

Desde o início dos anos 2000, quando se deu o “boom” do açaí no Brasil, os benefícios do açaí para o corpo humano vêm sendo estudados e, a cada dia, novas qualidades são descobertas na frutinha roxa escura. Pouco a pouco ela vem sendo levada ao mundo por expressivas exportações para os Estados UnidosEuropapaíses asiáticos – como conta um artigo recente da National Geographic Estados Unidos.

De protetor do coração, aliado da boa memóriaalimento antioxidante, o açaí tem em sua composição componentes que podem ajudar as pessoas a viver mais e melhor. Veja a seguir:

1. O açaí ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares

Conforme um estudo feito na Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais, e publicado no International Journal of Cardiovascular Sciences da Sociedade Brasileira de Cardiologia, um componente do açaí, a antocianina, é também uma substância com potencial de reduzir a hipertensão.

O estudo afirma que esse elemento da fruta contribui para a dilatação das artérias e, assim, facilita a passagem do sangue e diminui a tensão dos vasos sanguíneos, fazendo com que a pressão abaixe, como conta um artigo sobre o tema publicado no site da Sociedade Nacional de Agricultura. 

Já um artigo da Universidade Federal do Pará (UFPA) ressalta ainda que a polpa do açaí (tão consumida no estado, afinal lá é o “berço” da fruta e é responsável por 95% da produção da fruta no país) tem benefícios que vão além da função vasodilatadora que ajuda a tratar a pressão alta. Isso porque o açaí tem função anti-inflamatória e contribui para diminuir o colesterol ruim – e, dessa forma, evitar possíveis obstruções de vasos e artérias do coração. 

“Nós ingerimos o açaí, mas não temos noção do valor nutricional que ele tem. Apesar de possuir um alto teor de gorduras, a maioria é de boa qualidade (60%, são monoinsaturadas e 13% são poli-insaturadas), que são gorduras benéficas porque diminuem os níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e ajudam a aumentar os níveis de colesterol HDL (colesterol bom), auxiliando, assim, na proteção do sistema cardiovascular”, explica a professora Claudine Feio, que defendeu tese de doutorado sobre o tema na Escola de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A professora afirma no artigo da Universidade do Pará que para que as ações benéficas do açaí sejam aproveitadas pelo organismo em sua totalidade é necessário seguir algumas regras de consumo: o alimento deve ser consumido sem adição de açúcarfarinha e outros ingredientes. “O açaí deve ser consumido puro para, desta forma, agir como um suplemento alimentar que protege contra doenças cardiovasculares. A adição de ingredientes como o açúcar deixam o alimento hipercalórico, atenuando, deste modo, sua ação benéfica”, explica Claudine.

Um plantio de açaí na unidade Amazônia Oriental da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Um plantio de açaí na unidade Amazônia Oriental da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). 

Foto de Divulgação Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)

2. As funções antioxidantes do açaí 

A substância antocianina – já citada anteriormente e responsável pela coloração roxa escura do açaí – tem mais ações saudáveis ao organismo, afinal ela também é um grande aliado antioxidante, função benéfica essencial para o combate aos radicais livres.

Segundo um estudo desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pelo Grupo de Estudos em Nutrição e Estresse Oxidativo, o consumo diário de 200 ml de polpa de açaí durante 30 dias promoveu a melhora da defesa antioxidante de adultos saudáveis.

Como afirmado no artigo da Universidade do Pará, que corrobora também esse benefício antioxidante, o açaí é rico em fitoesteróis e substâncias antioxidantes, como a antocianina. Um litro de açaí contém 33 vezes mais antocianinas do que um litro de vinho tinto, por exemplo.  

Segundo o professor Paulo Lopes, doutor em Agronomia e docente na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) em um artigo do site da universidade, o açaí é composto de vários elementos nutritivos e saudáveis que influenciam em várias áreas do organismo.

“Ele é rico em antioxidantes, como a antocianina; além de possuir vitamina C, vitaminas do complexo Bvitamina E; além de sais minerais: cálcio, ferro, potássio, sódio, fósforo e carboidratos, gorduras e proteínas. E todas essas substâncias protegem o organismo humano, fornecendo mais energia, prevenindo doenças do coração e prevenindo o envelhecimento”, afirma Paulo. 

3. O açaí contribui para manutenção da memória

Quem quer manter a memória em dia e evitar possíveis problemas cognitivos, o açaí também é uma boa opção saudável para incluir na alimentação do dia a dia. Conforme explica o site da Sociedade Nacional de Agricultura, estudos indicam que as substâncias antioxidantes do açaí também ajudam a proteger e a melhorar o desempenho do cérebro

Uma pesquisa da Tufts University de Massachusetts, nos Estados Unidos, apontou que as antocianinas do açaí atenuam danos oxidativos do cérebro. Além de combater o estresse inflamatório cerebral, que afeta negativamente a memória e o aprendizado, o estudo ainda defende que o consumo de açaí pode impactar positivamente as funções cognitivas e motoras.

À esquerda: No alto:

A polpa de açaí tem diversos usos culinários e benefícios para a saúde comprovados. 

Foto de Divulgação Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)
À direita: Acima:

O fruto do açaí é colhido em cachos, como na foto. 

Foto de Divulgação Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)

4. Reforce a imunidade com açaí 

Ninguém gosta de ficar doente a toda hora, certo? Por isso manter uma alimentação equilibrada e saudável é essencial para o equilíbrio de nutrientes – e o açaí pode ajudar (muito) nessa missão de manter a imunidade alta. 

O fruto amazônico também tem seus efeitos ligados aos sistema imunológico. Diversos estudos citam o polifenol presente no açaí como o principal responsável pela ação, pois eles têm funções farmacológicas no organismo, por exemplo, antiviral e cicatrizante

Além disso, de acordo com pesquisadores do Departamento de Imunologia e Doenças Infecciosas da Universidade Estadual de Montana, nos Estados Unidos, o açaí contém uma substância chamada arabinogalactana, que estimula a ação das células de defesa do organismo, melhorando a sua eficácia e reforçando os benefício de incluir o açaí na sua dieta diária. 

Só que, como atentou a professora Claudine Feio da Unifesp, é preciso consumi-lo da forma mais natural possível, sem incluir açúcar, xarope de guaraná ou farinha para obter o melhor de todos seus benefícios.

loading

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2024 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados