Por que a vitamina B é a chave para se ter um cérebro saudável?

O composto é um grupo fundamental para a saúde. Quais são, onde se encontram e de que maneira seu déficit impacta o cérebro?

Por Redação National Geographic Brasil
Publicado 25 de nov. de 2022 15:41 BRT
Carpaccio de carne, mostarda dijon, salada de feijão verde picado, nozes, gema de ovo crua e ...

Carpaccio de carne, mostarda dijon, salada de feijão verde picado, nozes, gema de ovo crua e iogurte: um prato repleto de vitamina B no restaurante Mizlala em Tel Aviv, Israel.

Foto de CATHERINE KARNOW

As vitaminas B são um grupo de oito compostos que desempenham funções essenciais intimamente relacionadas entre si com o funcionamento celular “e são absolutamente essenciais para todos os aspectos da função cerebral”, revela o artigo B Vitamins and the Brain: Mechanisms, Dose and Efficacy – A Review, publicado em 2016 pela revista Nutrients.

Os efeitos coletivos das vitaminas B são frequentes em vários aspectos realizados pelo cerébro, incluindo a produção de energia e a síntese e reparo de DNA e RNA, explica o documento.

Como se compõe o grupo de vitaminas B

Como o artigo apresenta, o grupo de vitaminas B inclui: tiamina (B1), riboflavina (B2), niacina (B3), ácido pantotênico (B5), piridoxina (B6), ácido fólico (B9) e cobalamina (B12).

(Relacionado: 5 recomendações para uma alimentação saudável)

Como o déficit de vitamina B impacta o cérebro

De acordo com o artigo, "a importância de todas as vitaminas B para a função cerebral é ilustrada pelos sintomas neurológicos e psiquiátricos comumente associados à deficiência de qualquer uma dessas oito vitaminas".

Para ilustrar, a tese contém uma tabela que alerta sobre alguns sintomas específicos de deficiência do cérebro. No caso da tiamina são: irritabilidade, transtornos emocionais, confusão, distúrbios do sono, perda de memória, síndrome de Wernicke-Korsakoff (neurodegeneração, no tálamo medial e cerebelo), amnésia, apatia e confabulação.

Já os sintomas da deficiência de riboflavina são: fraqueza, ardência ou coceira nos olhos, dermatite e anemia. Os efeitos no cérebro, por sua vez, incluem fadiga, mudança de personalidade e disfunção cerebral, de acordo com o artigo.

Complexos de vitamina B em cápsula são uma alternativa para fortalecer o organismo.

Foto de Lynn Johnson

A falta de niacina pode gerar sintomas como depressão, ansiedade, vertigem, perda de memória ou paranoia. Encefalopatia e alterações comportamentais são vistas ainda como efeitos da deficiência de ácido pantotênico no organismo.

Segundo o artigo, a deficiência de vitamina B6 provoca alguns sintomas como anemia, irritabilidade, estado de alerta alterado, depressão, deterioração cognitiva, demência ou convulsões. No caso da escassez de biotina, depressão, letargia, alucinações e convulsões são alguns dos efeitos que podem ser vistos.

Por fim, o documento aponta que a ausência de vitaminas B9 e B12 pode causar "distúrbios afetivos, alterações comportamentais, psicose, comprometimento ou declínio cognitivo e demência (incluindo doença de Alzheimer e demência vascular)".

Em quais alimentos se encontram as vitaminas do complexo B

O artigo publicado pela Nutrients também detalha em quais alimentos as vitaminas podem ser encontradas. A tiamina está presente em "cereais (especialmente grãos integrais), arroz integral, vegetais verdes, batatas, massas, fígado, carne de porco e ovos". 

A riboflavina é vista em laticínios, vegetais folhosos, legumes, fígado, rim, fermento e cogumelos. Já a niacina está presente em carnes, peixes, grãos integrais, legumes, champignon e frutos secos (como nozes).

(Você também pode estar interessado em: O que acontece se você comer frutas todos os dias)

Ácido pantotênico compõe itens como carnes, grãos integrais e brócolis. A vitamina B6 encontra-se em carne, peixe, legumes, frutos secos, bananas e batatas. 

A biotina está em ovos, fígado, carne de porco e verduras folhosos; a B9 em hortaliças folhosas, legumes e frutas cítricas; enquanto que a B12 é encontrada em carne, peixe e outros produtos animais.

Continuar a Ler

Você também pode se interessar

Ciência
Dia Mundial do Alzheimer: saiba os últimos avanços no tratamento da doença
Ciência
Quais nutrientes o cérebro precisa para ser saudável?
Ciência
7 práticas para melhorar a memória
Ciência
Dia Mundial do Cérebro: 6 hábitos que beneficiam o sistema nervoso
Ciência
Como é o contágio da hanseníase?

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeo

Sobre nós

Inscrição

  • Assine a newsletter
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados